Flávio Rocha deixa comando da Riachuelo para se candidatar a presidente

0
1273

A Agência Reuter noticiou nesta sexta-feira (23) que o empresário Flávio Rocha vai deixar a vice-presidente e o cargo de diretor de Relações com Investidores do Grupo Guararapes, controlador de uma das maiores redes de varejo no setor de vestuário do Brasil, as lojas Riachuelo, no próximo mês. Ele é pré-candidato a sucessor de Michel Temer.

A saída do empresário dos cargos estratégicos da companhia é porque ele pretende se dedicar ao projeto de viabilização de sua candidatura à Presidência da República na eleição deste ano. Ainda sem filiação partidária, ele procura uma legenda para poder disputar a eleição.

De acordo com o comunicado da empresa, Flávio Rocha continuará a exercer suas funções até o término do mandato, em 26 de abril.

Grupo Guararapes

“No entanto em razão do tempo a ser depreendido no exercício das atividades de candidato à Presidência da República, a companhia informa aos seus acionistas e ao mercado em geral que Flavio Rocha não será indicado para reeleição”, diz trecho do comunicado do Grupo Guararapes, que é dono, além da Riachuelo, do Shopping Midway em Natal (RN), da Midway Financeira, da Transportadora Casa Verde e dos teatros Riachuelo, no Rio de Janeiro (RJ) e em Natal (RN).

A Reuters publicou nesta semana que Rocha, seria candidato à Presidência da República e que conversa com seis partidos para definir a sua filiação.

Numa declaração ao InfoMoney, Flávio Rocha diz que não tem interesse de compor chapa com nenhum outro candidato, mas encabeçar uma chapa em que seja o cabeça e possa ir para a disputa defendendo seus pontos de vista para o desenvolvimento do Brasil.

(Com dados da Agência Reuter e InfoMoney)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação