Fluminense deixa escapar a oportunidade de colar no líder ao perder para o Paraná

0
448

O Fluminense deixou escapar a oportunidade de somar 17 pontos e assumir a vice-liderança ao Campeonato Brasileiro ao ser derrotado pelo Paraná na noite desta segunda-feira (04), em jogo na Vila Capanema, em Curitiba (PR), pela nona rodada da Série A. O time do técnico Abel Braga tem 14 pontos e ocupa a nona colocação na tabela de classificação e o seu próximo desafio é na quinta-feira, diante do Flamengo, que lidera com 20 pontos, no estádio Mané Garrincha, no Rio de Janeiro (RJ).

Para o treinador o time estava desconcentrado. “Tivemos falhas nos dois tempos, mas parece que começamos a jogar só quando o Paraná fez o segundo gol. A vitória deles foi merecida. Temos que fazer muito melhor para tentar ganhar do primeiro colocado”.

Abel disse que faltou o alerta, estar ligado em cada lance, em cada momento. “Fomos muito dispersos. Hoje fazíamos a transição muito bem até a intermediária do Paraná e recuperação de bola também. Mas as opções dos últimos passes foram horríveis”.

Primeiro tempo – O Fluminense começou a partida buscando o jogo pelas laterais, com jogadas de Léo e Marlon. Aos 7 minutos, Marlon passou para Sornoza que encontrou Marcos Júnior, mas a zaga interceptou o lance.

Ainda no começo da partida, Marcos Júnior sentiu e foi substituído por Robinho. Aos 29 minutos, Renato Chaves tentou de cabeça após levantamento de bola na área, mas a defesa tirou. Em jogada de contra-ataque aos 42, Jádson tentou o passe, mas o árbitro assinalou impedimento.

Ssegundo tempo – Logo aos 2 minutos, João Carlos tentou jogada individual, mas foi parado com falta. Na cobrança, Sornoza mandou por cima da meta adversária. Aos 7 minutos, o árbitro marcou pênalti para o Paraná e Thiago Santos converteu. Boa jogada de Matheus Alessandro aos 16. Após arrancar pela intermediária, ele arriscou o chute, mas o goleiro defendeu. O Paraná ampliou aos 43 com Guilherme Biteco. Nos acréscimos, Pablo Dyego marcou um lindo gol, descontando para o Tricolor: 2 a 1.

Ficha técnica

Fluminense – Júlio César; Renato Chaves, Gum e Luan Peres; Léo (Matheus Alessandro), Richard, Jádson (Pablo Dyego), Sornoza e Marlon; Marcos Júnior (Robinho) e João Carlos.
Técnico: Abel Braga

Paraná – Thiago Rodrigues; Júnior, Jesiel, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Torito González e Carlos Eduardo (Wesley Dias); Léo Itaperuna, Thiago Santos (Guilherme Biteco) e Carlos (Caio Henrique).
Técnico: Rogério Micale

Gols: Thiago Santos (07’/2T) e Guilherme Biteco (43’/2T) – Paraná; Pablo Dyego (46’/2T) – Fluminense.

(Com dados e imagens do Fluminense)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação