Fluminense é surpreendido pelo Criciuma e Grêmio atropela o Vitória no Barradão

0
103

Tricolor gaúcho pode até perder por dois gols no jogo de volta

O Criciúma saiu na frente do Fluminense na busca por uma vaga para as quartas de final da Copa do Brasil. No Estádio Heriberto Hülse, em Florianópolis (SC), superou o Tricolor das Laranjeiras, nesta terça-feira (27) , por 2 a 1, enquanto no outro jogo da noite, o Grêmio não tomou conhecimento do Vitória e venceu por 3 a 0, no Barradão, em Salvador(BA).Mesmo atuando em casa, o Criciúma preferiu se fechar na defesa, abrindo mão da posse de bola e negando espaços ao Fluminense, que jogou muito mal, tendo apenas uma oportunidade, com o atacante Fred.

O Tigre de Santa Catarina abriu o marcador aos 39 da etapa inicial, quando o Tricolor errou a saída e Eduardo dominou e chutou da entrada da área, a bola desviou no atacante Hygor e matou o goleiro Marcos Felipe.

Com a desvantagem no marcador, o Fluminense partiu para o ataque no segundo tempo. Com isso, o time das Laranjeiras deu mais espaços para o contra-ataque. Em um destes lances, aos 17 minutos, Dudu foi derrubado por Egídio dentro da área. Com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), o juiz marcou pênalti, que foi cobrado com perfeição por Fellipe Mateus para ampliar o placar.

Porém, aos 25 minutos o Tricolor conseguiu descontar, em cobrança de pênalti do atacante uruguaio Abel Hernández. A partir daí, o Fluminense até pressionou em busca do empate, mas o placar permaneceu inalterado até o fim.

Assim, na volta, o Tigre tem a vantagem do empate. Uma vitória com um gol de diferença leva para os pênaltis, pois o gol fora de casa não é critério de desempate. Já o Tricolor precisa de um triunfo por dois ou mais gols para avançar direto.

Fluminense e Criciúma voltam a se encontrar no próximo sábado (31), a partir das 16h30 (horário de Brasília), no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, para a partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Grêmio – No jogo da Bahia, os técnicos tiveram dificuldades para escalar as equipes. No Vitória de Ramon Menezes, foram nove ausências, sendo sete ausências por contusão. A mais recente foi a do atacante Dinei, que ficará pelo menos seis meses fora de atividade devido a uma lesão de ligamento. O Grêmio de Luiz Felipe Scolari teve oito desfalques, entre eles quatro titulares (o lateral Rafinha, o zagueiro Walter Kannemann e os atacantes Douglas Costa e Diego Souza), todos fora por questões físicas.

O Grêmio foi o senhor das ações no primeiro tempo, com 66% de posse de bola e 13 finalizações (contra uma do Vitória), segundo o Sofascore, site especializado em estatísticas. A insistência foi premiada aos 30 minutos. O volante Lucas Silva cruzou pela direita, o meia Alisson e o lateral Cedric dividiram na área e a bola sobrou para Ricardinho concluir para as redes. O gol só foi validado após oito minutos de paralisação para o VAR (árbitro de vídeo) analisar a posição do atacante gremista. O segundo quase saiu aos 41, em cabeçada de Alisson, que o goleiro Lucas Arcanjo salvou com a ponta dos dedos.

O Tricolor não demorou a ampliar na volta do intervalo. Aos oito minutos, o volante Darlan interceptou, de cabeça, a saída do Vitória. A bola sobrou com Ricardinho, que rolou na direita para o também atacante Léo Pereira finalizar na saída de Lucas Arcanjo. O Leão só conseguiu assustar em chute cruzado do atacante Guilherme Santos, pela direita, que o goleiro Gabriel Chapecó espalmou no reflexo. Nos acréscimos, o Grêmio liquidou a fatura. O atacante Luiz Fernando avançou pela direita, tirou do arqueiro e cruzou para o lateral Diogo Barbosa, na pequena área, escorar para o gol vazio.

Antes do reencontro pela Copa do Brasil, as equipes têm compromissos neste sábado (31), pelos respectivos campeonatos nacionais. Pela 15ª rodada da Série B do Brasileiro, o Vitória encara o Avaí no Barradão, às 16h30. Mais tarde, às 21h, o Grêmio visita o Red Bull Bragantino no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), pela 14ª rodada da Série A.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação