Fluminense, Internacional, Sport, Cruzeiro e Paraná avançam na Copa do Brasil

0
573

Mais três equipes avançaram na Copa do Brasil 2017 nesta quarta-feira (19). Fluminense, Internacional e Sport do Recife levaram a melhor nesta noite e carimbaram a vaga nas oitavas da competição mais democrática do país. Dois dos três duelos desta noite foram definidos nos pênaltis.

O Colorado gaúcho e o rubro-negro pernambucano conquistaram a classificação levando a melhor nas cobranças com o mesmo placar: 4 a 3. No tempo regulamentar, o tricolor carioca  fez 3 a 0 no Goiás avançou de forma mais tranquila.

No Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), o Fluminense recebeu o Goiás pressionado após a derrota por 2 a 1 na ida. Quando o primeiro tempo da partida terminou com 0 a 0 no placar, o drama do Tricolor aumentou ainda mais. A equipe, por sua vez, não sentiu a pressão e conseguiu marcar três gols nos últimos 45 minutos para conquistar, no fim das contas, uma classificação até que tranquila.

Aos 12 minutos, Marcos Calazans cruzou e Henrique marcou o primeiro de cabeça. Quatro minutos depois, foi a vez de Douglas levantar a bola na área e Nogueira marcar com um cabeceio. Com a vantagem, o time das Laranjeiras passou a tomar conta do jogo. Aos 36, Pedro pegou o rebote após chute de Richarlison e deu números finais ao duelo.

Na Arena Joinville, em Joinville (SC), o time que leva o nome da cidade recebeu o Sport. O JEC perdeu a ida por 2 a 1 e precisava, ao menos, devolver o resultado para levar a decisão para os pênaltis. O Rubro-Negro pernambucano saiu na frente já no segundo tempo, com gol de Leandro Pereira, aos 27 minutos. O Coelho não se entregou e buscou o empate quatro minutos depois, com Bruno Rodrigues, e virou já aos 44, com Marlyson. Nos pênaltis, a estrela do arqueiro leonino Magrão brilhou, com duas defesas, e o time nordestino levou a classificação com vitória por 4 a 3.

Na Arena Corinthians, em São Paulo (SP), o Internacional encarou o Timão. Após empate em 1 a 1 na ida, a vaga estava aberta. O Alvinegro paulista abriu o placar logo na etapa inicial, com apenas sete minutos de bola rolando. Fagner cobrou o lateral na área, Jô desviou e a bola sobrou para Maycon, livre na área, bater no canto de Marcelo Lomba. Mais para o fim do tempo regulamentar, aos 26 do segundo tempo, Cássio fez grande defesa em cabeçada de Carlos e Nico López aproveitou a sobra para chutar. O lateral Fagner tentou cortar e acabou tocando para a própria rede. Nos lances finais, os goleiros Cássio e Marcelo Lomba fizeram grandes defesas e a vaga foi decidida nos pênaltis. Nas cobranças, melhor para o Colorado: 4 a 3.

Os adversários das três equipes classificadas na noite desta quarta-feira (19) serão conhecidos em sorteio nesta quinta (20), às 12h (de Brasília), na sede da CBF, no Rio de Janeiro (RJ).

Avançaram- Cruzeiro e Paraná também estão nas oitavas de final da Copa do Brasil 2017. Na noite desta quarta-feira, o Tricolor do Vale ficou no 0 a 0 com o Vitória/BA e, como venceu o jogo de ida, garantiu a classificação. A Raposa, por sua vez, foi derrotada pelo São Paulo/SP por 2 a 1. Na somas dos placares, porém, o time mineiro superou o clube paulista por 3 a 2 e está na próxima fase da competição mais democrática do país.

No Mineirão, em Belo Horizonte (MG), o Cruzeiro entrou em campo tranquilo, enquanto o São Paulo precisava abrir ao menos 2 a 0 para levar a decisão para os pênaltis. Com um estilo ofensivo, o Tricolor abriu o placar com 14 minutos de bola rolando. Morato recebeu na esquerda e cruzou para o meio da área. Lucas Pratto subiu bem e abriu o placar com uma bela cabeçada. Até os 35 da etapa inicial, o Tricolor mandou na partida e esteve muito perto do segundo gol, mandando até bola na trave. Na reta final, a Raposa voltou a ter mais controle do jogo e segurou o adversário.

No segundo tempo, o time do Morumbi voltou com a mesma postura. Já os donos da casa resolveram arriscar mais e, aos 14 minutos, chegaram ao empate. Thiago Neves cobrou falta da entrada da área, a bola desviou na barreira e tirou qualquer chance de defesa do goleiro Renan Ribeiro. O clube paulista não se entregou e chegou ao segundo gol aos 33. Rodrigo Caio ajeitou de cabeça, Maicon buscou o domínio e a bola sobrou para Gilberto. O atacante ajeitou o corpo e bateu bem para deixar os visitantes na frente novamente. Precisando de mais um tento para ficar com a vaga, o São Paulo apertou o Cruzeiro até o apito final, mas não conseguiu marcar e a vaga ficou com o time celeste. Agora, a Raposa espera o sorteio para conhecer o próximo adversário na Copa do Brasil.

No Durival Britto, em Curitiba (PR), nada de gols para Paraná e Vitória. Como venceu a ida pelo placar de 2 a 0, o empate foi o suficiente para garantir a equipe paranista nas oitavas de final da competição mais democrática do país. Assim como o Cruzeiro, o Tricolor do Vale também aguarda o sorteio para conhecer a equipe que enfrentará na próxima fase da Copa do Brasil.

(CBF)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação