Fórum internacional debate impacto da pandemia nas microfinanças do Mercosul

0
54

Evento é do Banco do Nordeste e Fundação de Capital Social

“As microfinanças e a Covid 19” é o tema central do 1º Fórum de Microfinanças do Mercosul, que foi aberto nesta quarta-feira (28) e prossegue na quinta (29), a partir das 16h. A iniciativa é da Rede FIM (Finanças Inclusivas do Mercosul), que reúne instituições voltadas para o microcrédito dos quatro países do bloco, Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

O Fórum será aberto nesta quarta-feira, às 16 horas, com palestra ministrada pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) sobre o patamar atual das microfinanças no continente latino-americano. Em seguida, o primeiro painel, “Contexto das Microfinanças”, debaterá o impacto geral da Covid-19 na indústria.

O segundo painel do dia, às 17h30, discutirá “Inovação tecnológica nas microfinanças”, no qual serão abordados os avanços nos meios de pagamento e plataformas de comercialização digital. O economista chefe do Banco do Nordeste, Luiz Esteves, e a superintendente de Microfinança e Agricultura Familiar do BNB, Lúcia Barbosa, farão apresentações, respectivamente, no primeiro e no segundo painel.
Na quinta-feira, 29, a programação prevê, às 16 horas, o painel “Disparidades de gênero nas microfinanças”, enfocando o impacto da pandemia na desigualdade entre homens e mulheres dentro do setor, e às 17h15, o painel “Políticas Públicas durante a Covid”, que consistirá numa exposição das medidas do setor público em cada um dos países que compõem o bloco Mercosul.
Organizado pelo Banco do Nordeste, pela Fundação de Capital Social (Foncap), da Argentina, pela Fundação Paraguaia e pela Agência Nacional de Desenvolvimento, do Uruguai, o evento será transmitido em português pelo canal do Banco do Nordeste no YouTube e em espanhol pelo canal da Foncap. Inscrições podem ser feitas pelo link http://forms.gle/HR9wFjnSnAGRVMBH9. Os links para acesso aos canais do YouTube que transmitirão o evento serão enviados para os participantes com inscrição confirmada.

Além dos representantes das instituições organizadoras, o Fórum reunirá gestores e pesquisadores de instituições governamentais, de universidades, de bancos públicos de desenvolvimento, de agências de desenvolvimento e de organizações sociais de interesse público.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui