Governador Flávio Dino deixa de ser comunista e pede filiação ao PSB

1
592

Governador vai tentar o Senado por uma legenda mais conservadora

AQUILES EMIR 

Agora é oficial: o governador do Maranhão, Flávio Dino, depois de muitas especulações na imprensa e nas mídias sociais, confirmou, nesta quinta-feira (17), sua desfiliacao do PCdoB. Ele usou as redes sociais para anunciar que pediu desligamento da legenda em que militou por 15 anos.

“Informo que pedi desfiliação ao PCdoB. Desejo êxito ao Partido na sua caminhada em defesa de uma Pátria Livre e Justa. Uma grande Frente da Esperança é um vetor decisivo para um novo ciclo de conquistas sociais para o Brasil. A tal tarefa seguirei me dedicando”, pstou Dino.

“Agradeço ao PCdoB a acolhida fraterna nesses 15 anos de militância. Diferenças que hoje temos, de estratégia e tática políticas, são menos importantes do que o meu reconhecimento ao papel histórico do partido na defesa de um novo projeto nacional de desenvolvimento para o Brasil”, acrescentou.

Flávio Dino deve ir para o PSB, porém é quase certo que não pretende disputar a Presidência da República, pois será candidato a senador pelo Maranhão, disputa que travará para ocupar a cadeira que hoje pertence a Roberto Rocha.

O ato de filiação de Flávio Dino ao Partido Socialista deve ocorrer na próxima terça-feira (22), no mesmo ato em que será recebudo o deputado federal pelo Rio de Janeiro Marcelo Freixo, que deixou o PSol paraser candidato a governador do seu estado por uma legenda menos radical.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

1 COMENTÁRIO

  1. “Governador Flávio Dino deixa de ser comunista e pede filiação ao psb”.
    “Governador vai tentar o senado por uma legenda mais conservadora “.
    Aquiles Emir,aquem você está querendo enganar com esses títulos de matéria? Não é de adimirar a falta de credibilidade do jornalista,o que também acaba comprometendo o veículo de informação.

Comments are closed.