Flávio Dino determina uso de máscaras em ambientes públicos e flexibiliza comércio

0
623

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), baixou, nesta segunda-feira (19), novas normas com vistas à contenção do covid-19, que já matou mais de 50 pessoas no Maranhão, desde o anúncio do primeiro caso na primeira quinzena de março. Dentre as novidades, estão o uso obrigatório de máscaras em ambientes públicos e a permissão do funcionamento de lojas de tecidos.

As medidas são principalmente para São Luís e os demais municípios da Ilha – São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar – onde se concentra o maior número de óbitos, sendo que interior do estado, cada prefeito continua autorizado a definir o que deve ou não funcionar.

Na entrevista coletiva, o governador sinalizou com uma flexibilização das atividades econômicas a partir de 05 de maio. “No que se refere à atividade econômica, atividade comercial, o decreto, no que se refere à Ilha de São Luís, está prorrogado até o dia 5 de maio. Nosso desejo é que no dia 5 de maio haja a retomada de todas as atividades, porém, com normas sanitárias”, anunciou.

O governador pediu que a compreensão dos empresários para que continuem colaborando com o enfrentamento da doença e adotando normas de higiene em suas empresas. Estudos científicos do mundo inteiro, segundo ele, sugerem atenção redobrada à higiene, enquanto não houver remédio ou vacina contra o novo coronavírus.

“É muito importante compreender aquilo que estudos científicos do mundo inteiro estão registrando: que a pandemia do coronavírus é de longa duração. Não há previsão quanto ao seu término porque não há remédio e não há vacina neste momento. Provavelmente vamos viver uma batalha que vai se estender por muitos meses e, por isso mesmo, devemos dar as mãos para que as medidas preventivas, em graus diferentes, sejam adotadas”, completou.

Quanto aos estabelecimentos de ensino, o governador disse que elas deverão voltar a funcionar somente dia 12 de maio. “Nossa previsão é de que as aulas retomem no dia 12 de maio, é o nosso desejo”, disse ele.

Saiba o que foi decidido nesta segunda-feira:

•Aulas suspensas em escolas e faculdades públicas e privadas até 12 de maio;
•Comércio não essencial fechado até 05 de maio;
•Lojas de tecido poderão abrir;
•Decretado uso obrigatório de máscaras em locais de circulação pública por tempo indeterminado até após a reabertura do comércio;
•Comércio deverá se preparar para adotar as novas regras sanitárias para se pensar em abrir (normas decretadas pelo governo federal e estadual);
•Avaliações do cenário continuarão periodicamente;
•Exigência de boletins diários dos hospitais privados;
•Ampliação de 23 leitos de UTI na rede estadual;
•Abertura dos Hospitais Regionais de Lago da Pedra, Santa Luzia do Paruá e a implantação do hospital de campanha em parceria com a Vale (cidade ainda a ser definida);
•Lançamento do edital para compra de máscaras caseiras para distribuição pelo estado às pessoas em vulnerabilidade socioeconômica.

(Com informações do blog Diego Emir)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação