Flávio Dino entrega ampliação da APA Itapiracó que foi inaugurada em 2014

0
1218

O governador Flávio Dino (PCdoB) entregou neste sábado a ampliação das obras de infraestrutura para esporte e lazer da Área de Proteção Ambiental do Itapiracó (APA), que teve a primeira etapa inaugurada em dezembro de 2014, e foi beneficiada com a inclusão de equipamentos para lazer, construção de espaços de entretenimento e cultura e recuperação de áreas verdes.

Foram investidos nesta etapa R$ 14 milhões, com construção de três praças (do Atleta, da Criança e da Família), campos de futebol, quadra poliesportiva coberta, parquinhos infantis, circuito de skate, áreas para futebol de areia e futevôlei. Circulam a reserva outras 13 praças de menor porte que levam a trilhas ecológicas e pista de cooper que somam mais de 10km de áreas para caminhada. Pelos caminhos é possível chegar às três praças maiores e cruzar a Chácara Itapiracó, Comunidade Canudos e Terra Livre.

A APA conta ainda com calçadão para comodidade do público, três estacionamentos com capacidade para 250 veículos e segurança 24 horas, com a instalação de um Batalhão da Polícia Ambiental. A reserva faz parte da Unidade de Conservação (UC) Estadual de Uso Sustentável e foi criada por meio do Decreto Estadual n° 15.618 de 23 de junho de 1997. São 322 hectares e circundada por diversos bairros.

“Hoje nós estamos inaugurando esse grande espaço de lazer, de convivência comunitária. É um espaço urbano adequado a múltiplas práticas esportivas e de lazer para todas as idades”, ressaltou Flávio Dino.

Inauguração – A primeira etapa da APA Itapiracó foi inaugurada em dezembro de 2014 pela então governadora Roseana Sarney, quando foram entregues os acessos Oeste (continuação da Avenida do Itapiracó), Sul e Norte, que interligam os bairros adjacentes ao Itapiracó. Também foram entregues os serviços de infraestrutura, compostos por rede de água e drenagem, rede elétrica, além de parte do sistema de iluminação dessa via principal e a primeira praça, provisoriamente denominada de Praça da entrada.

À época, o arquiteto Marcos Borges frisou que o projeto total previa 16 praças às margens da Avenida 8, sendo que cada uma delas seria uma estação de saúde, algumas com equipamentos de ginástica e outros benefícios para a prática da atividade física. De acordo com ele, a área engloba 322 hectares. “Esta área estava subutilizada e demos a ela uma função sustentável, não agredindo ao meio ambiente”, enfatizou.

“Estamos entregando uma área que será de suma importância para a população e, principalmente, para os que gostam de praticar atividades físicas e de fazer caminhadas. Esta é a primeira etapa de um total de três, sendo que as outras duas ainda serão concluídas. Nesta obra, investimos R$ 26 milhões, recursos do Fundo de Unidades de Conservação. Deixo tudo organizado e dinheiro em caixa para a continuidade da obra pelo próximo governador”, disse Roseana à época.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação