Governo brasileiro condena tentativa de invasão ao parlamento do Suriname

46

Manifestantes protestavam contra alto custo de vida

O governo brasileiro condenou os atos violentos que culminaram com a tentativa de invasão ao parlamento do Suriname, ocorrida nesta sexta-feira (17) no país vizinho. Por meio de nota, o Ministério das Relações Exteriores pediu negociações pacíficas e informou que presta assistência a cidadãos brasileiros no país.

“O Brasil espera que prevaleça o diálogo, no marco do Estado Democrático de Direito, e manifesta o desejo de que o Suriname possa retornar a um quadro de calma o mais brevemente possível”, diz nota do Itamaraty.

O comunicado também destacou que a embaixada brasileira na capital Paramaribo acompanha a situação dos brasileiros residentes na cidade e trabalha, em parceria com as autoridades locais, para garantir a segurança e prestar assistência.

Ontem, cerca de 2 mil pessoas foram as ruas de Paramaribo protestar contra a alta do custo de vida no Suriname e acusar o governo de corrupção. No momento mais tenso, parte dos manifestantes tentou invadir o parlamento. O presidente do Suriname, Chan Santokhi, prometeu pedir a prisão dos responsáveis pela tentativa de tomada do prédio.

O Itamaraty divulgou o número do plantão consular para emergências com brasileiros no Suriname. Brasileiros afetados pelos protestos devem entrar em contato pelo telefone +597-718-0606.

(Agência Brasil com foto de ©Ranu Abhelakh/AFP)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui