Governo do Estado abre inscrições para o programa ‘Cidadão do Mundo’ e proporciona intercâmbio internacional

45

Este ano o programa conta com 100 vagas

O intercâmbio internacional é o sonho de muitos estudantes, sem falar que é um período de troca cultural e de conhecimento linguístico em outro país e, sabendo disso, o Governo do Estado tem proporcionado essa experiência a muitos estudantes maranhenses, por meio do programa ‘Cidadão do Mundo’, que está em sua 7ª edição.

Esse ano o programa conta com 100 vagas e as inscrições, que estão abertas desde às 20h00min o dia 18 de outubro, seguem até às 23h59min do dia 02 de dezembro. Para participar é preciso ter entre 18 e 24 anos completos, ter estudado em escola pública no ensino médio e ser aluno do ensino superior.

“O Programa Cidadão do Mundo é o único programa de intercâmbio público, para universitários, em funcionamento no país. Com a 7ª edição, o Governo do Maranhão ultrapassa a marca de 500 maranhenses beneficiados pelo programa, ratificando a compreensão de que as oportunidades devem ser para todos”, destacou o secretário Adjunto de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Pedro Igor Nascimento.

As inscrições para o processo seletivo estão sendo realizadas por meio do endereço eletrônico da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, o secti.ma.gov.br, com preenchimento do formulário eletrônico. Lá, a pessoa também terá acesso a informações mais detalhadas que constam no Edital de inscrição.

No momento da inscrição, juntamente com seus dados, o (a) candidato (a) deverá informar o idioma pretendido para estudo no exterior, dentre as opções estão inglês, francês ou espanhol; e realizar a inclusão dos documentos que comprovam o atendimento aos requisitos como ser aluno de rede superior de ensino.

Vivência – Viver em outro país é uma experiência inesquecível. São inúmeras as lembranças, o conhecimento adquirido, os aprendizados. A vivência em terras estrangeiras possibilita, sem dúvida, aumento na bagagem cultural.

A professora de inglês Isabella Araújo, de 25 anos, foi uma das beneficiadas na 1ª edição do programa e passou três meses morando em Toronto, no Canadá. Lá, ela teve uma experiência de imersão na cultura canadense.

“A experiência fui muito completa, de imersão total na língua e nos costumes canadenses. A gente teve a oportunidade de ficar em casa de família, o que permitiu mais contato com a vida cotidiana das pessoas, e a escola onde pessoas de todos os cantos do mundo faziam aula”, contou ela.

Isabella está cursando o 8º período do curso de letras/inglês na Universidade Federal do Maranhão (UFMA. Apesar de ainda não ter concluído o curso, ela conseguiu emprego na área devido, principalmente, a experiência no exterior.

“Outro ponto positivo foi a questão do emprego. Assim que retornei já consegui trabalhar na área de aulas de inglês, principalmente por conta do certificado que recebi no curso feito no Canadá. Eu iniciei a criação de conteúdo na internet também, a partir de atividades feitas durante o curso e hoje também é uma forma de trabalho”, disse Isabella.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui