Governo do Estado prepara hospitais para receber pacientes diagnosticados com o coronavírus

0
402

O Hospital Genésio Rêgo, na Avenida dos Franceses, em São Luís, está sendo reformada e ampliada para receber pacientes que forem diagnosticados como casos graves do novo coronavírus, classificado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como pandemia.  O Maranhão não tem casos confirmados do novo Coronavírus, mas está se antecipando ao surgimento dos infectados para diminuir os efeitos da doença no estado.

Campanhas de sensibilização e orientação da população também estão sendo executadas pela Secretaria de Saúde. De acordo com o secretário de Saúde, Carlos Lula, serão 50 novos leitos de enfermaria para pacientes diagnosticados com coronavírus. “Estamos fazendo uma ampliação em tempo recorde 50 novos leitos de enfermaria. Estamos preparando toda nossa rede de saúde para cuidar dos eventuais pacientes”, disse.

No Hospital Carlos Macieira estão sendo implantados novos leitos de UTI e área de isolamento para os casos graves da doença. Todos os leitos emergenciais criados para o tratamento do coronavírus serão incorporados depois à rede de saúde.

Segundo o secretário, os possíveis pacientes poderão ser atendidos já em abril. “Em 14 dias entregaremos essa obra completa à Secretaria de Saúde, isso mostra a força e a determinação do Governo”, garantiu.

 

Nordeste – Os secretários de saúde de estados do Nordeste se reuniram por videoconferência para alinhar ações contra o novo coronavírus na região. Entre as propostas definidas pelos gestores estaduais, está a elaboração de uma carta conjunta que será encaminhada ao Ministério da Saúde, solicitando apoio para a aquisição de insumos, Equipamentos de Proteção Individual e a criação de novos leitos de UTI. A reunião, que aconteceu na quinta-feira (12), serviu ainda para o compartilhamento de medidas já tomadas pelos estados.

O secretário de Estado da Saúde do Maranhão, Carlos Lula, destacou os investimentos já realizados no estado. “Ainda não temos casos confirmados no estado, mas já estamos preparados com o Plano de Contingência que vem sendo executado na rede estadual de saúde. Para além disso, estamos ampliando leitos de enfermaria e de UTI para os casos que futuramente necessitem de internação e, ainda, criando um centro de testagem”, ressaltou o secretário.

Dos nove estados do Nordeste, três já possuem casos confirmados para COVID-19: Pernambuco, Alagoas e Bahia. O secretário executivo do Consórcio dos Estados do Nordeste, Carlos Eduardo Gabas, também participou da videoconferência e reforçou a importância do alinhamento entre os estados. “É importante que os secretários relatem a situação de cada estado para compreendermos melhor o cenário da região. Assim, podemos nos ajudar e propor soluções diante das dificuldades”, relatou Carlos Eduardo Gabas.

Também participaram da videoconferência os secretários de saúde André Longo (Pernambuco), Alexandre Ayres (Alagoas), Cipriano Maia (Rio Grande do Norte), Florentino Neto (Piauí) e Geraldo Medeiros (Paraíba).

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação