Governo Federal vai investir R$ 24 milhões para readequação do aeroporto de Imperatriz

0
1084

O Governo Federal vai investir R$ 24 milhões para readequação do Aeroporto Prefeito Renato Cortez Moreira, de Imperatriz.  A informação foi dada pelo secretário nacional de Aviação Civil, Dario Rais Lopes, que participou nesta quarta-feira (27) de  uma mesa redonda em que foi debatido o Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDAR) e os problemas operacionais do aeroporto da segunda maior cidade do estado.

A audiência foi sugerida pelo deputado federal Deoclides Macedo (PDT) na Comissão da Integração Nacional e da Amazônia (CINDRA) da Câmara Federal.

O aeroporto de Imperatriz, que atualmente conta com quatro voos diários – dois da Latam e dois da Azul – tem papel fundamental para a região sul do estado, por ser o único nas proximidades a receber aeronaves com voos regulares, atendendo mais de 40 municípios do entorno e, também, de outros estados.

“Imperatriz  se destaca por sua importância econômica, educacional, ocupa a posição de segundo maior centro econômico, político, cultural e populacional do estado, e o aeroporto atende também moradores do Pará e Tocantins. Portanto, discutimos com os órgãos competentes os investimentos para 2018, importante para que o local continue operando com segurança, ofertando comodidade às pessoas, evitando o atraso e o cancelamento de voos”, disse o deputado.

O secretário Dario Rais Lopes informou que está previsto um orçamento R$ 24 milhões para a reestruturação do aeroporto. O investimento será aplicado até dezembro de 2018 na reforma que inclui ampliação da área de taxisway A e stopway, construção da taxiway B e acostamentos da PPD, taxisway A e B, implantação de sistema de balizamento luminoso e de controle de monitoramento, além da reforma da pista de pouso e decolagem.

Na oportunidade, o major Antônio Eduardo Santilli explicou que  o aeroporto dispõe de mecanismos de auxílio à navegação aérea, como a instalação de ILS e de PAPI na cabeceira principal, e opera desde 14 de setembro de 2017 com  Procedimento de Aproximação RNAV (GNSS) – Cartas de Aproximação (IAC) e decolagem (SID), que proporcionam ganhos operacionais de acessibilidade  e mais segurança ao aeroporto.

“Atualmente, as operações de pousos e decolagens em Imperatriz contam com o radiotransmissor NDB (Non Directional Radio Becon ) e o equipamento eletrônico VOR ( Very High Frequency Omnidirectional Range ), sendo que ambos são utilizados para as duas cabeceiras da pista.  O local conta, ainda, com o  PAPI (Indicador de Percurso de Aproximação de Precisão)  em funcionamento, que é um sistema de ajuste visual que garante maior indicação da rampa de aproximação na pista, além de duas Cartas de Aproximação que permitem aproximação das aeronaves em condições meteorológicas adversas”, disse o representante do Centro Tático Aéreo do Maranhão.

O evento, realizado no Auditório da Seção contra Incêndio, contou com as presenças também, dentre outros, do superintendente da Infraero em Imperatriz, Manoel de Brito Carvalho; do representante do Centro Tático Aéreo do Maranhão, o major Antônio Eduardo Santilli; do Presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil no Maranhão (Sinduscon), Fábio Nahuz; do empresário Clinewton Dias,  representando a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema); da deputada estadual Valéria Macedo (PDT), além de representantes do Corpo de Bombeiros, VLI e técnicos da Infraero.

 

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação