Governo reúne secretarias estratégicas para alinhar plano logístico da vacinação contra Covid-19 no Maranhão

0
189

A Secretaria de Segurança dará apoio no transporte e distribuição de vacinas desde a chegada até a entrega aos municípios

Representantes das secretarias estaduais da Saúde (SES), de Governo (Segov) e da Segurança (SSP) estiveram reunidos, nesta quinta-feira (14), para alinhar as estratégias para a recepção e a distribuição da vacina contra a Covid-19 no Maranhão. O encontro foi coordenado pelo secretário da Saúde, Carlos Lula, para quem, até o final deste mês, o processo de imunização estará desencadeado.

“Dessa maneira, é importante priorizarmos a segurança e, ao mesmo tempo, a celeridade durante a recepção e distribuição das doses. Nosso objetivo é continuar fazendo aquilo que temos feito desde o início da nossa gestão, que é cuidar das pessoas, e durante o enfrentamento à Covid reforçamos ainda mais este compromisso vital”, disse Carlos Lula.

A Secretaria de Segurança do Estado dará apoio no transporte e distribuição das vacinas desde a chegada até a entrega aos municípios, responsáveis pela vacinação da população. As vacinas virão de Fortaleza (CE) com destino para São Luís. Na capital, os imunobiológicos serão encaminhados para a Central Estadual de Distribuição para serem direcionados às 18 Regionais de Saúde do estado e Região Metropolitana de São Luís. Todo o processo deverá ser realizado em até três dias, com uso de vans refrigeradas e transporte aéreo.

Segundo o comandante da Polícia Militar, Cel. Pedro Ribeiro, a logística de segurança deverá ser semelhante à já aplicada no período eleitoral. “Toda a movimentação deverá acontecer em conjunto com o Corpo de Bombeiros, a Polícia Civil e o Centro Tático Aéreo. Trata-se de um planejamento que envolve a segurança durante todo o trajeto das vacinas, incluindo o armazenamento e o transporte até os locais de distribuição”, explicou.

De acordo com o secretário de Governo, Diego Galdino, o alinhamento entre as secretarias estratégicas para execução do plano estadual tornará o Maranhão modelo na logística da campanha de vacinação para o Brasil. “Cada um dos presentes terá grande papel nesta mobilização. Acreditamos que ela poderá ser referência não apenas no estado, mas também para todo o país. Contamos com o planejamento que cada prefeitura está fazendo para executarmos com sucesso o Plano Estadual de Vacinação”, pontuou.

Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula (Foto: Divulgação)

Também participaram da reunião o representante do Gabinete Militar do governador Flávio Dino, coronel Leite; o comandante do Corpo de Bombeiro Militar do Maranhão (CBMMA), coronel Célio Roberto; o representante da SSP-MA, delegado Antônio Carlos Martins; o comandante do Centro Tático Aéreo (CTA), coronel Magno; além da subsecretária da Saúde, Karla Trindade; a secretária adjunta da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde, Waldeise Pereira, e a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças, Tayara Costa.

Cronograma – Conforme o Plano Estadual de Vacinação, o cronograma de imunização contra a Covid-19 foi dividido em três fases. Na primeira fase estão os trabalhadores de saúde; pessoas de 75 anos ou mais; pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas; população em situação de rua; população indígena, aldeada em terras demarcadas; povos e comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas.

Na manhã desta quinta-feira (14), o secretário Carlos Lula também se reuniu com o Ministério da Saúde, por plataforma virtual. A previsão dada pelo órgão federal é para que a vacinação comece simultaneamente em todos os estados na próxima semana.

Para garantir que todos os grupos prioritários sejam imunizados, a Secretaria de Estado da Saúde garantiu o envio de 4 milhões de insumos, entre seringas e agulhas, aos municípios. Ao todo, o Maranhão conta com mais de 2 mil pontos de vacinação.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação