Grupo CAOA comemora bom desempenho em vendas, apesar da pandemia de covid

0
331

Empresa é hoje um dos maiores conglomerados do setor automotivo do país

Com cerca de 230 concessionárias representando as marcas CAOA Chery, CAOA Hyundai, Hyundai Motor Brasil, Subaruu, Ford e CAOA Seminovos, a CAOA deverá fechar o ano de 2020, mesmo com o longo período de isolamento social, com mais de 90 mil veículos comercializados. O Grupo CAOA é hoje um dos mais sólidos conglomerados com produção, importação, distribuição e outros serviços ligados ao setor automotivo.

Entre os destaques de vendas está toda a gama de veículos da CAOA Chery, entre eles, o estrondoso sucesso do modelo Tiggo 5 que já ultrapassou a marca de 7.700 unidades vendidas nesse ano, além do Tiggo 8, também produzido em Anápolis (GO) e que, pouco mais de 3 meses após seu lançamento, alcançou excepcionais resultados e já comemorou a entrega do milésimo modelo produzido.

Já a CAOA Hyundai, além de manter boas vendas para os modelos ix35 e New Tucson, dentro da realidade de mercado vivida neste ano, comemorou no meio do ano, o impressionante marco de mais de 300 mil modelos da família Hyundai Tucson, iX35 e New Tucson, comercializados em suas lojas no Brasil, desde que o SUV chegou ao país em 2004. O expressivo número é resultado da sólida parceria entre a CAOA e a empresa coreana, iniciada há mais de duas décadas. 

Outro destaque da CAOA Hyundai durante o ano foi a venda de seus veículos comerciais HR e HD80. Comparando os 11 primeiros meses dos dois últimos anos, estes modelos apresentaram vendas praticamente estáveis, sendo que no referido período de 2019, tiveram 2.764 unidades comercializadas, ante 2.693 vendas até novembro de 2020.

Produzido em Piracicaba pela Hyundai Motor Brasil, o SUV Creta teve vendas significativas na rede CAOA com a comercialização de mais de 9.350 unidades até o mês de novembro.

Produção – Com o impacto causado pela pandemia, durante grande parte do ano, os resultados alcançados pela Rede CAOA foram significativos, assim como a produção nas fábricas da CAOA Montadora, em Anápolis (GO) e da CAOA Chery, em Jacareí (SP). Segundo dados da Anfavea, o mercado automotivo nacional deve apresentar uma queda de aproximadamente 35% até o fim deste ano, enquanto a CAOA segue com expectativa de queda de até 23% no período.

Para o CEO da CAOA, Mauro Correia, este bom resultado se deve ao desempenho extraordinário da marca CAOA Chery que contou com o lançamento de dois modelos totalmente novos, Arizzo 6 e Tiggo 8, em meio à pandemia.

“Apesar das dificuldades impostas neste ano, a CAOA seguiu investindo e se preparando para a retomada do mercado, digitalizou serviços, apresentou novidades, investiu em infraestrutura e sustentabilidade. Com isto mantivemos o arrojo e o tino comercial de nosso Chairman, Dr. Carlos Alberto de Oliveira Andrade, que sempre enxergou nos momentos difíceis a oportunidade para investir e diversificar as ações da CAOA.

Com este planejamento estruturado e com o audacioso plano de investimentos que anunciamos recentemente, de 1,5 bilhão de reais durante os próximos anos em nossa planta de Anápolis, já podemos acreditar em um crescimento de 70% na produção de nossas fábricas durante o ano de 2021”.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação