Hospital de Barra do Corda que deveria ser inaugurado em 2017 está parado

0
2780

Iniciada em abril de 2016, às vésperas da campanha eleitoral para prefeito e vereadores, as obras de um hospital municipal de cinquenta leitos, em Barra do Corda, está paralisada. Nesta segunda-feira (09), a deputada Andrea Murad (PRP) usou a tribuna da Assembleia Legislativa para lembrar que em março de 2016 garantiu que tudo não passava de uma promessa.

Segundo ela, o motivo da paralisação é a falta de transferência para a Prefeitura Municipal dos recursos prometidos pelo governador Flávio Dino (PCdoB). “Quando saiu essa notícia, quando vários deputados subiram nesta tribuna para elogiar a atitude do governador de construir um hospital em Barra do Corda, eu também subi, mas para dizer que ele não iria construir”, frisou a parlamentar.

De acordo com a parlamentar, sua desconfiança era porque o governo não vinha conseguindo inaugurar nem os que encontrou feitos. “Ele sequer inaugurava os hospitais que recebeu prontos do governo anterior”, reclamou.

Segundo Andrea Murad, os hospitais por inaugurar estavam construídos e equipados, mas os equipamentos estão se estragando, e ele (o governador Flávio Dino) não teve a capacidade de inaugurar e colocar para funcionar. “Eu não sei se era ruindade mesmo ou falta de competência”, destacou, lembrando a frase que usou à época: “Não vai construir hospital algum’”.

Em 2016, pleno ano eleitoral, o governo divulgou nos canais oficiais  que realizaria, em parceria com a Prefeitura de Barra do Corda, a construção do Hospital de 50 leitos. As obras, orçadas em R$ 3,9 milhões deveriam ser concluídas em abril do ano passado, mas estão paradas.

Apesar da paralisação, no aniversário de 181 anos de Barra do Corda, dentre as muitas obras anuniciadas, o portal do governo incluiu a construção de um hospital de 50 Leitos. “O fato é que ele anunciou uma parceria e dessa parceria ele não deu um real e agora a obra está parada desde o ano passado”, destacou a parlamentar, para quem só uma saída para esta obra ficar pronta: não reeleger Flávio Dino. “Vamos lutar para eleger outro governador, para aí sim ter o Hospital em Barra do Corda”, pediu.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação