Hospital São Domingos inaugura nesta sexta-feira moderno laboratório de Patologia

0
1200

O Hospital São Domingos inaugura nesta sexta-feira (26) um moderno laboratório de Patologia, que vai garantir mais qualidade no diagnóstico de doenças. A solenidade está marcada para às 19h, no Centro de Estudos (4º andar) do HSD.

O serviço de patologia é responsável, na maioria das vezes, por dar o diagnóstico definitivo em tecidos e células, retirados do corpo humano. A função é realizar diagnósticos precisos das doenças.

O Hospital São Domingos montou uma infraestrutura de ponta equipada com o que há de mais moderno para análise e detecção de doenças, como o câncer, contando com uma equipe formadas pelos médicos Gyl Eanes Barros, Alexandre Alves, George Figueira e  Syomara Melo.

Tipos de exames – Quanto aos exame histopatotológicos, relacionam a análise dos tecidos biológicos, onde é oferecida a rotina normal de histologia com as técnicas habituais.

“Realizamos exames de histopalogia, citopatologia cervico-vaginais, de líquidos corporais e de punções, imunohistoquímica, imunofluorescência e per-operatórias (congelação). A citopatologia trabalha com a leitura de células. Sua vantagem é de ser um diagnóstico mais rápido e a coleta do material ser menos traumática, na maioria das vezes sem precisar de cirurgia. Nós temos a citologia convencional e estamos trazendo a citologia em meio líquido, que aumenta bastante a qualidade e melhora a questão da amostragem. Além disso, o meio líquido tem a vantagem de preservar o material para estudos moleculares (estudo de RNA, DNA, proteínas, entre outros)”, explica o Dr. Gyl Eanes Barros.

A Imunohistoquímica é um exame mais complexo e faz a detecção de proteínas específicas para o diagnóstico de doenças, sendo muito importante e, muitas vezes, determinante no prognóstico e na escolha do tratamento. Outro grande diferencial do serviço são as técnicas de imunofluorescência, especiais e mais comumente utilizadas nos diagnósticos de casos de doenças renal e de pele; e a congelação.

“O exame pré-operatório, mais conhecido como exame de congelação, é um grande ganho para o hospital, propicia uma resultado imediato e funciona dentro do centro cirúrgico, no momento em que o paciente está sendo submetido ao procedimento cirúrgico. Este exame, quando solicitado pelo cirurgião, tem o condão de direcionar as etapas seguintes da cirurgia, que serão dependentes do resultado patológico, como dizer se a lesão suspeita é maligna ou benigna, ou mesmo se toda lesão foi retirada, dentre outros”, detalha a Dr.ª Syomara Melo.

Oncologia – Segundo os patologistas Gyl Eanes e Syomara, a patologia é uma parte fundamental no tratamento oncológico. “A patologia é o coração de qualquer serviço hospitalar que vai implantar a oncologia, porque é um serviço que precisa do diagnóstico morfológico para indicar o tratamento que o paciente irá se submeter, seja terapia alvo, terapia hormonal ou uma radioterapia”.

O serviço de patologia do Hospital São Domingos chega para suprir uma demanda reprimida do Estado, pois, devido à carência de laboratórios, um grande volume de biopsia e peças cirúrgicas é enviado para análise fora do Maranhão. “Assim, a importância desse grande serviço é agilizar esse atendimento, além de facilitar o contato direto, tanto dos pacientes quanto dos médicos, conosco”, diz a patologista.

Gyl Eanes Barros destaca, ainda, que para ter um bom diagnóstico também é preciso tratar bem esse material. “Esse material tem que ser trabalhado com equipamentos adequados, com insumos adequados, deve ser preparado com tudo o que há de melhor e é isso que a gente sempre sonhou como grupo, montar um laboratório que se diferenciasse do que é normalmente feito em nosso Estado e no Hospital São Domingos a gente tem essa oportunidade”, finaliza.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação