Inaugurada no município de Cururupu a nova sede da Promotoria de Justiça

17

Investimento foi superior a R$ 1,3 milhão

O Ministério Público do Maranhão inaugurou, sexta-feira (02), a nova sede das Promotorias de Justiça de Cururupu, localizada na Vila Liége, bairro Jacaré. A solenidade contou com as presenças do subprocurador-geral de Assuntos Jurídicos, Danilo José de Castro Ferreira; do procurador de justiça Paulo Avelar, pelo promotor de justiça Igor Adriano Trinta Marques; do diretor da Secretaria de Planejamento e Gestão do MPMA, Ednarg Marques; e do prefeito de Cururupu, Aldo Luís Borges Lopes.

“Este prédio é uma prova de progresso e não foi erguido somente para o conforto dos promotores de justiça. É principalmente destinado à população, especialmente aos mais carentes. Portanto, façam uso desse prédio. Estejam sempre aqui para reivindicar os seus direitos. Parabéns à sociedade de Cururupu!”, declarou Danilo de Castro Ferreira.

O promotor de justiça Igor Adriano Trinta Marques, titular da Comarca de Cururupu, destacou a relevância da atuação do Ministério Público nos municípios e o compromisso de aproximar a justiça do cidadão. “Com a inauguração desta sede, reafirmamos nosso compromisso de defender a justiça, promover a igualdade e proteger os direitos de todos”, completou.

O prefeito Aldo Luís enfatizou a importância da parceria entre as instituições na defesa dos direitos dos cidadãos. “Nós, como administração pública, só temos que agradecer sabendo que nosso município será agraciado e recebido da melhor forma. Ter hoje uma sede do Ministério Público é um avanço muito grande”.

Nova sede – A obra custou R$ 1.311.009,72 e o imóvel possui 324,40 m² de área construída. A edificação possui recepção, protocolo, garagem, arquivo, copa, área de serviço, dois gabinetes, seis salas (destinadas a assessores, servidores, reunião, segurança e rack), além de seis banheiros. A Promotoria de Justiça também oferece acesso e vaga de estacionamento para pessoa com deficiência, idoso e gestante.

Todas as instalações seguem as normas brasileiras de acessibilidade para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, incluindo piso tátil de alerta e direcional, placas com caracteres em braile e alarmes de emergência audiovisual nos banheiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui