Instrutora do Senac destaca habilidades exigidas no mercado de trabalho com indústria 4.0

0
220

Em tempos de pandemia da Covid-19, a indústria 4.0 se fortalece cada vez mais, na medida em que utiliza a tecnologia como principal forma de automatizar tarefas, armazenar dados e facilitar demais processos industriais. A instrutora do Programa de Aprendizagem do Senac em Açailândia Danielle Cartaxo explica mais sobre esse assunto.

Não só nas linhas de produção, a indústria 4.0 permeia também as relações de trabalho nas empresas do setor de comércio de bens, serviços e turismo. Isso porque, quando o mercado busca novos colaboradores, o foco tem sido cada vez menos a formação acadêmica e habilidades técnicas, e cada vez mais o comportamento desses futuros colaboradores. “Como os funcionários lidam em equipe, com outras pessoas, sua capacidade de liderança e de resolução de problemas de forma criativa e inovadora, são alguns requisitos que respondem as demandas desse novo mercado”, destacou Danielle.

Como alguns exemplos de habilidades que estão cada vez mais destacadas no mercado atual, estão a comunicação, o foco no cliente, a flexibilidade, e a capacidade de network. “É preciso saber lidar com as pessoas, sabendo se fazer ouvir de maneira eficiente, focar na experiência do consumidor, visando assim sua fidelidade, pensar fora da caixa, sempre de maneira criativa e inovadora, e vejam só, é necessário também olhar para empresas do mesmo ramo de forma diferente, não só como concorrentes, mas talvez até como futuros parceiros”, recomendou a instrutora.

De acordo com a instrutora do Senac, um dos grandes diferenciais do profissional que se pretende se destacar no mercado de trabalho, principalmente no momento pós-pandemia, é ser adaptável, ou seja, precisa responder a diversos tipos de cenário e de forma rápida.

E como é possível desenvolver todas essas habilidades? A Danielle responde! “Através da capacitação constante, estudando de fato, é interessante nesse momento de quarentena, nós aproveitarmos essa oportunidade de tempo livre também para continuar nossa capacitação, afinal de contas, somos responsáveis pela nossa educação, e nesse momento tem muitos cursos online gratuitos, lives e seminários que estão à disposição através de um clique!”, disse.

A indústria 4.0 está intimamente relacionada com a tecnologia. No cenário pós-pandemia, todas as habilidades citadas vão continuar sendo tão ou até mais importantes. É possível, inclusive, acrescentar mais duas habilidades que serão super valorizadas no mercado, segundo Cartaxo. “A primeira delas é o auto-gerenciamento, por exemplo, atualmente muitas pessoas estão em home office, só que pra você trabalhar de casa é preciso ter responsabilidade e comprometimento, precisa cumprir prazos, metas, ter responsabilidade para cumprir suas tarefas e não precisa que o chefe esteja 24h por dia no seu ouvido lhe dizendo o que fazer, isso é ser autogerencial”, explicou.

Outra questão também é a habilidade com os meios tecnológicos, principalmente com as redes sociais, afinal de contas, muitas lojas tiveram que fazer a migração do físico para o online e isso tende a ser super valorizado também no mercado de trabalho pós-pandemia. “O mais importante é entender que, com crise ou sem crise, com pandemia ou não, nós precisamos a todo instante estarmos em busca do nosso desenvolvimento pessoal e profissional”, concluiu.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação