Irã possui mísseis que podem penetrar defesas antiaéreas inimigas, adverte alto comandante

17

 Alerta é do comandante do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica 

O Irã tem mísseis em seu arsenal que podem penetrar as forças inimigas de defesa antimísseis e incapacitá-las por “décadas”. O alerta é de Amir Ali Hajizadeh, comandante da Força Aeroespacial do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês).

“A Força Aeroespacial do IRGC […] conseguiu alcançar um nível notavelmente alto de dissuasão na área de mísseis, drones, defesa antiaérea, aeronaves, radares e indústria espacial. Sua mais recente conquista é capaz de incapacitar os escudos de defesa antimíssil dos inimigos do Irã, incluindo os EUA o regime sionista e e seus governos ‘proxy’, por muitas décadas”, disse o comandante nesta segunda-feira (28) durante um evento em Teerã, se referindo ao míssil hipersônico recentemente revelado pelo país.

Hajizadeh forneceu as primeiras informações sobre o novo sistema de armas iraniano em 10 de novembro, chamando-o de “grande avanço geracional na área de mísseis”, e enfatizando que os adversários do Irã dificilmente encontrarão os meios para repelir esta arma por décadas.

O comandante não revelou detalhes sobre o alcance do novo míssil e outras características, mas disse que ele poderia manobrar em voo e seguir trajetórias que o tornam extremamente difícil de interceptar.

Por outro lado, Estados Unidos e Israel planejam realizar exercício militar conjunto simulando conflito com Irã, diz mídia

Aparentemente, Israel tem levado a sério os desenvolvimentos hipersônicos do Irã, com fontes relatando no início deste mês que o Exército de Israel antecipava a notícia e acelerou os trabalhos em um novo sistema de interceptação de mísseis, conhecido como Arrow-4.

(Com informações da Agência Sputnik e foto de Amir Kholousi/AP)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui