Istoé diz que Flávio Dino quer disputar sucessão de Bolsonaro, mas o problema é o PT de Lula

0
1564
Flávio Dino terá de afastar do PT de Lula se quiser apoio do PDT e do DEM na eleição de São Luís, segundo projeto de Ciro e Maia

AQUILES EMIR

O jornalista Germano Oliveira, editor de política da revista Istoé e da coluna Brasil Confidencial publicou neste domingo (07) a informação de que o governador Flávio Dino (PCdoB) tem mesmo pretensões de disputar a sucessão de Jair Bolsonaro (PSL). Para o colunista, Dino enfrenta dois problemas: a aliança com o PT, que continua seguindo as ordens de Lula, e seu fraco governo no Maranhão.

Uma das senhas para esta provável candidatura seria a insistência com que Flávio Dino se contrapõe ao presidente nas redes sociais, onde diariamente comenta, sempre de forma negativa, os atos presidenciais e os discursos de Bolsonaro.

Germano Oliveira diz que para se viabilizar, Dino teria de se descolar do PT, que sinaliza com a indicação novamente do ex-prefeito paulistano Fernando Haddad, derrotado na eleição passado, e melhorar seu governo, que vai muito mal em alguns setores, principalmente na área da saúde.

Sem apoio do PT, Dino não decola, mas os petistas continuam seguindo orientação de sua maior liderança, o ex-presidente Lula, que lidera a legenda da Carceragem da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde cumpre pena pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Eis a nota, dividida em dois tópicos, de Germano Oliveira:

O candidato comunista

  • O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), não esconde mais que deseja disputar a presidência da República em 2022. Nas redes sociais, vem se contrapondo como o principal antagonista do presidente Bolsonaro. O problema é que seu partido é tradicional aliado do PT, e Lula, mesmo na cadeia, vem falando em reeditar a candidatura de Haddad à presidente.

Trabalho não ajuda

  • O que joga contra Dino é o seu próprio trabalho no Maranhão, que não é bem avaliado. Em cinco anos, foram poucas as melhorias no estado, que passa por sérios problemas na área de saúde. Além disso, o PT no Maranhão é aliado tradicional do MDB de Sarney, poderoso chefão do estado. Sem o apoio do PT, uma candidatura do PCdoB não decola.
Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação