Bolsonaro e Haddad estão tecnicamente empatados, segundo pesquisa CNT/MDA

0
1314
A 139ª Pesquisa CNT/MDA, divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) na madrugada deste domingo (30), indica que os candidatos do PSL, Jair Bolsonaro, e do PT, Fernando Haddad, estão tecnicamente empatados e que o petista venceria a eleição num eventual segundo turno.
Entre os dias 27 e 28 de setembro, foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 unidades da Federação, das cinco regiões do país. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos com 95% de nível de confiança. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob o número BR-03303/2018.
De acordo com o levantamento, se a eleição fosse hoje,  o deputado federal Jair Bolsonaro ficaria com 28,2% dos votos e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad com 25,2%. Considerando a margem de erro, os dois estariam tecnicamente empatados, pois o candidato do PSL iria de 26% a 30,4% e o do PT, de 23% a 27,4%.
Ciro Gomes é o terceiro colocado com apenas 9,4%

Em terceiro lugar aparece Ciro Gomes (PDT) com 9,4%, seguido de Geraldo Alckmin (PSDB) com 7,3%, ou seja, os dois também estariam tecnicamente empatados, porém muito distantes de alcançar o segundo colocado.

Na hipótese de um segundo turno,  Haddad venceria Bolsonaro por 42,7% a 37,3%. O deputado perderia também para Ciro Gomes, mas venceria Geraldo Alckmin. Fernando Haddad, por sua vez, aparece empatado tecnicamente com Ciro Gomes, e ambos venceriam Geraldo Alckmin.
Resumo dos resultados:
Primeiro turno: intenção de voto estimulada:
  • Jair Bolsonaro – 28,2%
  • Fernando Haddad – 25,2%
  • Ciro Gomes – 9,4%
  • Geraldo Alckmin – 7,3%
  • Marina Silva – 2,6%
  • Henrique Meirelles – 2,0%
  • João Amoêdo – 2,0%
  • Álvaro Dias – 1,7%
  • Cabo Daciolo – 0,7%
  • Guilherme Boulos – 0,4%
  • Vera Lúcia – 0,3%
  • João Goulart Filho – 0,1%
  • José Maria Eymael – 0,1%
  • Branco/Nulo – 11,7%
  • Indecisos – 8,3%

A pesquisa traz ainda uma amostra de como seria o resultado da eleição em primeiro turno considerando-se apenas os votos válidos, em que são eliminados brancos, nulos e os que estão indecisos. Veja o resultado:

  • Jair Bolsonaro – 35,3%
  • Fernando Haddad – 31,5%
  • Ciro Gomes – 11,8%
  • Geraldo Alckmin – 9,2%
  • Marina Silva – 3,3%
  • Henrique Meirelles – 2,5%
  • João Amoêdo – 2,4%
  • Álvaro Dias – 2,1%
  • Cabo Daciolo – 0,9%
  • Guilherme Boulos – 0,5%
  • Vera Lúcia – 0,4%
  • João Goulart Filho – 0,1%
  • José Maria Eymael – 0,1%
Certeza do voto – Entre os eleitores de Jair Bolsonaro, 82,5% consideram a decisão de voto como definitiva. Dentre os de Fernando Haddad, têm a mesma convicção 82,8%; de Ciro Gomes, 66,7%; de Geraldo Alckmin, 57,8%; de Marina Silva, 45,3%; de Henrique Meirelles, 57,5%; e João Amoêdo, 66,7%.
Caso acreditem que o seu candidato de preferência não tem chances de ir para o 2º turno, 76,4% manterão a decisão de voto; outros 21,0% dizem que poderão mudar o voto, e os que mais poderiam receber esses votos são Fernando Haddad, 19,3%; Ciro Gomes, 18,7%; Jair Bolsonaro, 17,5%; Geraldo Alckmin, 13,3%; Marina Silva, 7,8%; Álvaro Dias, 3,6%; João Amoêdo, 3,0%; e Henrique Meirelles, 1,2%. Outros, 1,8%; Branco/Nulo, 3,0%; Indecisos, 42,8%.
Cenários de segundo turno – Saiba como ficaria o resultado da eleição se houvesse os seguintes confrontos:
  • Ciro Gomes (42,7%) X Jair Bolsonaro (35,3%). Branco/Nulo, 17,8%; indecisos, 4,2%.
  • Fernando Haddad (42,7%) X Jair Bolsonaro (37,3%). Branco/Nulo, 16,1%; indecisos, 3,9%.
  • Jair Bolsonaro (37,0%) X Geraldo Alckmin (33,6%). Branco/Nulo, 25,1%; indecisos: 4,3%.
  • Ciro Gomes (34,0%) X Fernando Haddad (33,9%). Branco/Nulo, 26,9%; indecisos, 5,2%.
  • Ciro Gomes (41,5%) X Geraldo Alckmin (23,8%). Branco/Nulo (29,1%), indecisos (5,6%).
  • Fernando Haddad (39,8%) X Geraldo Alckmin (28,5%). Branco/Nulo, 26,4%; indecisos, 5,3%.
Apesar dos resultados obtidos pela pesquisa, 42%, independentemente em vão votar, acham que Jair Bolsonaro será eleito o novo presidente. Para 29% será Fernando Haddad. Apenas 4,5% acham que Ciro Gomes vencerá e 3,9%, Geraldo Alckmin (3,9%).
Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação