Japão surpreende Alemanha, Espanha goleia Costa Rica e Canadá estreia com derrota

16
Espanha goleia por 7 a 0 em sua estreia na Copa do Catar (Dylan Martinez/Reuters)

Alemães surpreendidos com zebra que assustou argentinos

A Espanha passeou em sua estreia na Copa do Catar e goleou a Costa Rica por 7 a 0, na tarde desta quinta-feira (23) no Estádio Al Thumama, pela primeira rodada do Grupo E da competição. Nas outras partidas desta quarta, Japão surpreendeu a Alemanha, Bélgica venceu o Canadá

Foi um duelo desigual. A juventude espanhola contra os veteranos costarriquenhos, com vários jogadores que participaram da Copa de 2014 (Brasil). Se a capacidade de renovação da Espanha impressiona, o ritmo que os comandados de Luís Enrique colocaram em campo também não passou despercebido. Aliás, com apenas meia hora de partida, o placar já indicava 3 a 0.

Aos 8 minutos, Asensio teve a primeira chance clara de gol, arriscando da meia-lua da grande área, com a bola raspando a trave de Keylor Navas, goleiro remanescente de 2014. Aos 10, não houve jeito. Fazendo a bola rolar de pé em pé, Gavi tocou para Dani Olmo, que, diante de Navas, fez 1 a 0. A posse de bola da Espanha já chegava a 79% naquele momento de domínio absoluto.

Aos 20 minutos, Jordi Alba cruzou rasteiro para a área, Marco Asensio pegou de primeira, Navas saltou, tocou na bola, mas não o suficiente para evitar o segundo gol espanhol. Os costarriquenhos estavam nocauteados.

O ritmo alucinante ainda gerou um pênalti para a Espanha aos 29 minutos, quando Jordi Alba foi derrubado na área. Ferran Torres foi para a cobrança, deslocou Navas, bola para um lado, goleiro para o outro: 3 a 0.

Tamanha vantagem fez a garotada espanhola utilizar o famoso jogo de toques curtos, o tiki-taka, que celebrizou a seleção campeã mundial em 2010. Assim, além de colocar a Costa Rica na roda, aumentava a posse de bola e fazia o tempo passar mais rápido. Em 45 minutos, a Espanha fazia o mais belo jogo do Mundial, enquanto o time costarriquenho, em momento algum, achou uma forma de aprimorar a marcação e tomar a bola.

Na etapa final, Asensio continuou mandando no ataque. Aos 2 minutos, apareceu livre na intermediária e chutou forte, mas a bola subiu demais. Aos 8 minutos, Ferran Torres recebeu na área, enfrentou o zagueiro, esperou que Navas saísse aos seus pés e chutou rasteiro por baixo do corpo do goleirão. 4 a 0. Virou goleada!

Com a imensa vantagem, o técnico Luís Enrique começou a modificar o time e colocou os reservas, jogadores ainda mais jovens que os titulares. O ritmo do jogo não diminuiu e a qualidade de toque de bola continuou a mesma. Aos 29 minutos, enfim, Morata levantou a bola para a entrada da grande área, o garoto Gavi, de 18 anos, pegou de primeira, a bola pegou no pé da trave e entrou. 5 a 0! O astro do Barcelona mostrou durante a partida porque seu passe vale mais de R$ 5 bilhões.

Aos 44 minutos do 2º tempo, Williams fez o cruzamento para a área, Keylor Navas deu rebote para frente, como não se pode fazer, e Soler apareceu para fazer 6 a 0!

Para quem queria ainda mais. Álvaro Morata triangulou e apareceu na frente do gol, atirou firme e deu números finais ao massacre de Doha. 7 a 0. Os espanhóis faziam sua maior goleada em Copas do Mundo, superando os 6 a 1 sobre a Bulgária, em 1998.

Na próxima rodada do Grupo E, no domingo (27), enquanto a Espanha joga com os desesperados alemães, a Costa Rica tenta se recuperar diante do surpreendente Japão.

FIFA World Cup Qatar 2022 - Group E - Germany v Japan
Reservas decidem e Japão supera Alemanha por 2 a 1 na estreia da Copa (Annibgret Hilse/Reuters)

Virada – Depois da Argentina, que foi derrota na terça pela Arábia Saudita, nesta quarta-feira (23), da tetracampeã mundial Alemanha ser surpreendida e perder de virada para o Japão, por 2 a 1, na Copa do Catar.Antes de a partida começar, os alemães fizeram protestos. Na pose para a foto oficial, após a execução dos hinos nacionais, os jogadores levaram a mão direita à boca. A Alemanha era uma das seleções cujos capitães utilizariam uma braçadeira com a expressão “One Love” (“Um Amor”, na tradução do inglês), em apoio à causa LGBTQIA+, mas que foram pressionadas pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) a recuarem. A homossexualidade é proibida no país-sede da Copa.

Com a bola rolando, aos 30 minutos, o lateral David Raum foi lançado por Kimmich na área, pela esquerda, sendo derrubado por Gonda. A penalidade foi assinalada e Gündogan deslocou o goleiro na cobrança para abrir o marcador.

No segundo tempo, aos 30 minutos, o atacante Takumi Minamino recebeu de Kaoru Mitoma, entrou na área e bateu. Neuer defendeu, mas a sobra foi aproveitada pelo meia Ritsu Doan, que mandou para a rede.

A virada veio aos 37 minutos, outra vez com a jogada começando pelos lados, agora o direito. O atacante Takuma Asano, mais um que começou a partida na reserva, foi lançado às costas da marcação, entrou na área e soltou a bomba na saída de Neuer.

Bélgica, Canadá, Copa do Catar, Copa 2022, Catar
Bélgica sofre, mas inicia Copa com triunfo de 1 a 0 sobre o Canadá (Siphiwe Sibeko/Reuters)

Bélgica – Foi bem mais complicado do que se poderia imaginar, mas a Bélgica derrotou o Canadá por 1 a 0 na tarde desta quarta-feira (23) no primeiro jogo das duas equipes pelo Grupo F da Copa do Catar. A partida foi disputada no Estádio Ahmad Bin Ali.

O gol da partida foi marcado pelo atacante Batshuayi, aos 43 minutos da etapa inicial. Após lançamento longo do zagueiro Alderweireld, o centroavante, que substitui nos dois primeiros jogos o artilheiro Lukaku (desfalque por problema na coxa esquerda), passou pelo zagueiro Vitória e fuzilou a rede do goleiro Borjan. Porém, essa deve ter sido a única chance no primeiro tempo da seleção que eliminou o Brasil no Mundial de 2018 (Rússia).

Empate  – O Grupo F da Copa do Mundo do Catar teve início com um empate sem gols entre Marrocos e Croácia, no Estádio Al Bayt, em Al Khor. Foi o terceiro 0 a 0 deste Mundial, antes mesmo do término da primeira rodada.

Marroquinos e croatas voltam a campo neste domingo (27) pela segunda rodada do Grupo F. Às 10h (horário de Brasília), os Leões do Atlas encaram a Bélgica no Estádio Al Thumama, em Doha. Na sequência, às 13h, os atuais vice-campeões mundiais medem forças com o Canadá no Estádio Internacional Khalifa, também na capital catari.

(Agência Brasil)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui