JBS financiou R$ 650 mil para oito candidatos a deputado federal no Maranhão no ano de 2014

0
1789
Wewerton Rocha diz que está tranquilo na confiança de que ficará provado que ele nunca cometeu nenhum ato ilícito

O portal Congresso em Foco divulgou nesta segunda-feira (22) a planilha entregue à Procuradoria Geral da República (PGR) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela JBS, segundo a qual, um em cada três congressistas foi financiado por esta empresa. PSDB, PP, PT, PR e PMDB foram os mais contemplados em valores totais.

Do Maranhão, oito candidatos receberam um volume de R$ 650 mil, sendo que o PDT foi o partido mais beneficiado pelas doações da JBS, ficando R$ 300 mil desse total, sendo que Wewerton Rocha e Julião Amin foram os que receberam mais, R$ 100 mil cada um. Individualmente, Davi Alves Silva Filho, o Davizinho, foi o que teve doação mais generosa, R$ 1 milhão (R$ 700 mil pela JBS e R$ 300 mil pela Seara).

Veja quanto cada um dos financiados recebeu:

  1. Francisco Luis Escórcio Lima (PMDB) -R$ 50.000,00
  2. Rosângela Aparecida Silva Barros, Rosângela Curado (PDT) -R$ 50.000,00
  3. Roseane Sales da Silva Moreira (PV, então no PCdoB)  – R$ 50.000,00
  4. Rubens Pereira e Silva Junior (PCdoB) – R$ 150.000,00
  5. Weverton Rocha Marques de Sousa (PDT) – R$ 100.000,00
  6. Julião Amin Castro(PDT) – R$ 100.000,00
  7. Deoclides Antonio Santos Neto (PDT) -R$ 50.000,00
  8. Davi Alves Silva Junior (PR) – R$ 1.000,00,00.
Com base nessa planilha, conclui-se com um em cada três integrantes do atual Congresso recebeu dinheiro do Grupo JBS na eleição de 2014. Juntos, quase 200 congressistas receberam mais de R$ 107 milhões da empresa. De acordo com os delatores, a maior parte dos recursos era propina, mesmo em casos de doação oficial registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Foram beneficiados pela JBS 167 deputados federais, de 19 partidos, 28 senadores e 16 governadores. Os valores são maiores, já que nem todos foram identificados claramente no documento.
Deputados financiados pela JBS:

Senadores financiados pela JBS:

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação