Jovens selecionados pelo programa Cidadão do Mundo embarcam para intercâmbio internacional

22
Governador Carlos Brandão acompanhou o embarque dos jovens maranhenses (Secap/divulgação)

Objetivo é aprimorar conhecimentos de estudantes maranhenses

Trinta jovens beneficiados pelo programa “Cidadão do Mundo” embarcaram nesta sexta-feira (15) para realizarem intercâmbio na Argentina, Inglaterra e França. Ao todo, em dezembro, cem jovens já foram para o exterior por meio do programa.

No dia 02 de dezembro, 25 viajaram para Manchester, no Reino Unido; dia 09, 45 embarcaram para Montpellier e Newcastle, França e Reino Unido, respectivamente.

Ao lado das famílias dos jovens e de representantes da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Carlos Brandão falou dos benefícios que esse projeto pode trazer na formação dos alunos.

A dona de casa Ducilene Sousa também esteve no aeroporto de São Luís para acompanhar a filha, Maísa, estudante de Farmácia, que está a caminho de Córdoba. Ela falou da felicidade proporcionada por este momento.

“Eu não teria condições de arcar com essa despesa. Ela teve essa oportunidade, e agradeço muito ao governador Carlos Brandão por este momento”.

O programa foi pensado para proporcionar a experiência do intercâmbio público para jovens maranhenses, entre 18 e 24 anos. O governo do Maranhão criou o “Cidadão do Mundo” para alunos egressos do ensino médio em escolas públicas e que, atualmente, estejam cursando o ensino superior.

É o caso do estudante Janielson, um dos 30 intercambistas que viajaram para a Argentina nesta sexta-feira. Para ele, este era um momento muito esperado. “Tenho vários amigos que já fizeram intercâmbio e eu pude ver o quanto essa viagem transformou a vida deles e da comunidade no entorno de onde eles vivem. Aguardo essa oportunidade desde 2019 e hoje vou poder realizar este sonho”, celebrou.

A iniciativa é administrada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). A secretária Natassia Weba ressaltou a satisfação de coordenar o projeto. “Estamos orgulhosos de proporcionar experiências internacionais significativas, que contribuirão para o crescimento pessoal e profissional desses alunos, além de ampliar suas perspectivas para o futuro”.

O Cidadão do Mundo seguirá oferecendo novas oportunidades para os maranhenses que estejam qualificados para passar pelo processo seletivo. O objetivo é tornar o Maranhão um polo de educação, ciência e tecnologia, com mão de obra qualificada para atuar em áreas de destaque no mercado de trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui