Juventude derrota Figueirense e deixa Sampaio sem nenhuma chance de subir para Série A

0
193

Time do Rio Grande do Sul somou 58 pontos e o tricolor maranhense pode chegar no máximo a 57

Com gol nos acréscimos do segundo tempo, o Juventude derrotou o Figueirense por 2 a 1 nesta sexta-feira (22), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), na abertura da 37ª (e penúltima) rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O triunfo mantém os alviverdes na briga pelo retorno à Série A e deixa os alvinegros catarinenses em situação delicada, podendo ter o rebaixamento à Série C decretado ainda nesta rodada.Os gaúchos foram a 58 pontos, um a mais do máximo que o Sampaio ainda pode conseguir, já que tem 51 pontos e lhe restam apenas duas partidas, ou seja, seriam 57 pontos com mais duas vitórias.

O Figueirense, por sua vez, pode ter dado adeus às chances de permanecer na Série B com a derrota nos acréscimos. Estacionado nos 39 pontos, na 17ª posição, o Alvinegro catarinense precisa que Náutico e Vitória percam seus jogos para chegar à última rodada com chance de salvação. O Timbu visita o Cruzeiro no estádio Independência no domingo (24), às 16h, enquanto o Leão pega o rebaixado Botafogo-SP na terça-feira (26), às 21h30. Os catarinenses finalizam a campanha na próxima sexta (29), às 21h30, contra a Ponte Preta, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

O jogo – Os primeiros 45 minutos foram de poucas chances. O Juventude marcou mais presença no campo de ataque, mas com dificuldades no último terço do gramado. A melhor oportunidade foi um chute de fora da área de Matheuzinho, aos 33 minutos, que parou na trave. Na sobra, o também meia Everton bateu para fora. Acuada, a equipe catarinense também só chegou uma vez com perigo, quatro minutos antes, com Diego Gonçalves. O atacante ficou com a sobra de uma dividida na direita, invadiu a área, mas chutou em cima do goleiro Marcelo Carné.

O duelo seguiu truncado no segundo tempo, o que mudou a partir dos 15 minutos finais, que foram emocionantes. Aos 35 minutos, os gaúchos balançaram as redes com Bambam, mas a arbitragem viu impedimento do camisa 17 ao receber o passe do também atacante Rafael Silva. Aos 39 minutos, o lateral Renan Luís avançou até a linha de fundo, pela esquerda, e levantou para o atacante Erison, de cabeça, por o time catarinense na frente. Os jogadores alviverdes reclamaram que a bola teria saído antes do cruzamento do defensor.

O Figueirense, porém, teve pouco tempo para celebrar a vantagem. Aos 42 minutos, Bambam aproveitou que o goleiro Rodolfo Castro saiu mal após um lançamento e deixou tudo igual. O Juventude se lançou ao ataque e conseguiu a virada aos 48 minutos. Após cobrança de escanteio, o atacante Rogério cabeceou para as redes e garantiu a vitória dos gaúchos.

(Com informações da Agência Brasil e fotos do Juventude)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação