Kim Jong-un diz que Coreia do Norte pode rever armamento nuclear

0
460

O líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong-un, afirmou que seu país está “comprometido com a desnuclearização” da península coreana, mas só com uma condição: os EUA sinalizarem pela paz. O líder norte-coreano que estava em uma visita histórica na China, anunciou que a desnuclearização da península é possível se Washington e Seul tomarem “medidas coerentes e coordenadas” para conseguir a paz na região.

No decurso do encontro com o presidente chinês, Xi Jinping, Kim, mais uma vez, confirmou sua disposição para dialogar com estes dois países, acrescentando que está pronto para realizar reuniões com seus líderes, informa a agência Xinhua.

Entre os dias 25 e 27 de março, Kim e sua esposa Ri Sol-ju fizeram uma visita não oficial à China a convite do presidente chinês Xi Jinping. A visita não foi oficialmente anunciada.

“Nossa postura consistente é que estamos comprometidos com a desnuclearização da península”, assegurou o líder norte-coreano. Ao mesmo tempo, ele destacou que a solução será encontrada só sob uma condição.

“Este problema pode ser resolvido se a Coreia do Sul e os EUA responderem aos nossos esforços com boa vontade, criarem uma atmosfera de paz e estabilidade e adotarem medidas progressivas e sincronizadas para alcançar a paz”, revelou.

A visita de Kim à China seria sua primeira viagem ao exterior desde que se tornou líder da Coreia do Norte em 2011.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação