Lançamento da Magnífica estimula produção de mandioca no Maranhão

0
1241

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) reuniu a cadeia produtiva da mandioca para debater sua produção e comercialização da raiz, além de sua transformação em fécula e farinha. A reunião foi motivada pelo surgimento de um grande cliente, a Ambev, que lançou uma nova marca de bebida, a cerveja Magnífica, que tem este vegetal como matéria prima.

De acordo com Igor Monteiro, representante da cervejaria, atualmente existe uma demanda grande e insatisfeita por raiz de mandioca e a preocupação em estimular os produtores rurais a produzir e firmar parceria com as instituições no sentido de fortalecer a produção, tanto para o abastecimento do mercado de fécula, quanto da farinha.

“A gente tem hoje uma demanda de mandioca para a nova cerveja Magnífica do Maranhão e viemos conversar com as instituições sobre a cadeia produtiva da mandioca. Ver os gargalos que podem ser resolvidos junto aos produtores rurais e também com a indústria cervejeira”, disse Monteiro, apostando na parceria com o Senar, Sebrae, Governo do Estado e outras instituições ligadas ao setor agroindustrial.

Para Raimundo Coelho, presidente da Federação da Agricultura (Faema), à qual o Senar está vinculado, a produção de farinha no Maranhão carece da transferência de tecnologia para avançar e garantir a produção da fécula, comercialização regional e exportação. “Precisamos focar neste fator que é investir na produção com qualidade da farinha maranhense. Isso vai ajudar o produtor rural e também a cervejaria Ambev que tem foco na produção da cerveja, que é o grande investimento atual no Estado”, ressaltou Coelho.

Já o secretário-Adjunto da Sagrima, Émerson Macêdo, apoia a ampliação da compra da mandioca dentro do Estado. “A gente espera que a Ambev continue ampliando a compra do produto, favorecendo os produtores rurais maranhenses e fortalecendo a cadeia produtiva da mandioca no Maranhão”.

Fortalecimento – O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, também participou do encontro. Ele reforçou a importância da parceria com as instituições para o desenvolvimento da cadeia da mandioca e destacou o trabalho que a Ambev vem fazendo no Maranhão com a produção da cerveja Magnífica.

“Tivemos uma reunião com o representante da Ambev, que visitou Santa Rita e que já começou a comprar a mandioca dos agricultores familiares de lá, levando neste primeiro momento 24 toneladas do produto. Acredito que este trabalho vai dar certo. A parceria entre a prefeitura e o sistema Faema/Senar vai ajudar bastante no processo de fortalecimento da cadeia produtiva”, destacou o prefeito.

O superintendente do Senar Luiz Figueiredo disse que a instituição pode exercer um papel fundamental nesse processo.

“O Senar pode contribuir para que os pequenos produtores através da capacitação e assistência técnica e gerencial, possam aumentar seus níveis de produção e principalmente de produtividade, tornando a atividade da mandiocultura uma grande fonte de ocupação e renda”, frisou ele.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação