Lília Diniz apresenta Jacá de cantigas e versos: Inspiração poética dos babaçuais nesta quinta-feira

0
385
Lília Diniz apresenta cordeis, repentes e cantigas autorais nesta quinta, nas redes sociais da UFMA

A apresentação do espetáculo Jacá de Cantigas e Versos: Inspiração Poética dos Babaçuais, criado, produzido e interpretado pela atriz, cantora e escritora Lília Diniz, estará acessível ao público nesta quinta-feira (23), a partir das 20h, pelas redes sociais @cultura.ufma e ufma.cultura, da Universidade Federal do Maranhão (Ufma). Lília Diniz fará um passeio teatral e musical pela sua própria obra e suas inspirações artísticas e poéticas, recitando cordéis, repentes nordestinos e criações literárias do cancioneiro popular.     

Em ‘Jacá de Cantigas e Versos: Inspiração Poética dos Babaçuais, a artista mostrará a diversidade de suas obras literárias, inspiradas no universo cultural das histórias, costumes e tradições dos municípios maranhenses. A apresentação online integra a programação do projeto ‘Do Nosso Jeito’, realizado pela Ufma, por meio da Pró-Reitoria de Extensão (Proec), através da Diretoria de Assuntos Culturais (Dac).

Lília Diniz apresenta ‘Jacá de Cantigas e Versos’
nesta quinta-feira (Foto de Alice Lira)

Atriz, escritora, cantora, produtora, gestora cultural e brincante, Lília Diniz é maranhense do povoado Creoli do Bina, município de Tuntum, distante 373 km da capital São Luís. Situado no Meio-Norte, o povoado fica na faixa de transição entre a Amazônia Legal e o Sertão nordestino. Aos sete anos, ela viveu o êxodo rural. Seus pais e mais nove irmãos mudaram-se para a cidade de Imperatriz, a segunda maior cidade maranhense, na região Tocantina.

Academias de letras – “Os escritos literários que apresentaremos estão fundamentados em nossas memórias dos tempos em que moramos no interior. Apresentaremos elementos do universo simbólico da literatura de cordel, repente nordestino, cancioneiro popular, dos emboladores de coco e dos poetas populares”, disse Lília Diniz, que é autora de cinco livros de poesias, dentre eles, destacam-se ‘Miolo de Pote da Cacimba de Beber’, ‘Sertanejares’ e ‘Mundo de Mundim’.

A artista tem forte contribuição cultural em Brasília, no Distrito Federal, e em vários estados brasileiros. Lília Diniz é reconhecida pelo seu atrelamento às raízes nordestinas, à cultura da poesia popular e entoa versos e cantigas em performances de ‘louvação’ aos falares, comportamentos e tradições dos povos dos interiores do Brasil. É ainda membro da Academia Imperatrizense de Letras e da Academia de Letras do Brasil/Seção Brasília.–

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação