Mais de 1,4 mil novos empregos foram gerados no Maranhão em novembro, segundo o Caged

0
509

AQUILES EMIR

O Maranhão encerrou o mês de novembro com 1.163 novos empregos criados, tendo o setor de comércio contribuído com 1.468 postos de trabalho preservados, mas este desempenho foi prejudicado por Serviços que teve o pior desempenho do mês: -510. De acordo com os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira (19), foram, no penúltimo mês do ano, 12.465 contratações contra 11.302 demissões.

Com este desempenho, o Maranhão passou a ter um acumulado de 15.342 empregos preservados este ano, já que foram 152.148 contratações e 136.806 dispensas. O acumulado dos últimos 12 meses é de 12.149, por conta das 160.493 admissões contra 148.344 desligamentos.

De acordo com o Caged, quatro das cinco regiões apresentaram saldo positivo, com destaque para a região Sudeste com a criação de 51.060 novas vagas. Na região Sul foram 28.995 novos postos; no Nordeste, 19.824; e na Norte, 4.491. A região Centro-Oeste foi a única a registrar saldo negativo em 5.138 postos.

Das 27 unidades da federação, 21 tiveram variação positiva. São Paulo registrou o maior saldo positivo, com a geração de 23.140 novos postos; Rio de Janeiro, com 16.922, e Rio Grande do Sul com 12.257.

Confira os números sobre geração de empregos no Maranhão em novembro:

152.148 136.806
SETORES TOTAL ADMIS. TOTAL DESLIG. SALDO VARIAC. EMPR % *
EXTRATIVA MINERAL 35 41 -6 -0,37
INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO 756 734 22 0,06
SERV INDUST DE UTIL PÚBLICA 48 45 3 0,04
CONSTRUÇÃO CIVIL 2.034 1.950 84 0,20
COMÉRCIO 4.774 3.306 1.468 0,99
SERVIÇOS 3.937 4.447 -510 -0,25
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 20 16 4 0,03
AGROPECUÁRIA 861 763 98 0,41
TOTAL 12.465 11.302 1.163 0,24
Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação