Mais seis juizados da Capital já podem fazer intimações via WhatsApp

0
664

Dando continuidade ao calendário de entrega dos aparelhos celulares para intimação de partes processuais por meio do aplicativo WhatsApp nos juizados cíveis e da fazenda pública, a corregedora-geral, desembargadora Anildes Cruz, entregou, na manhã desta quinta-feira (17), mais seis “smartphones” aos magistrados dos juizados localizados no Fórum Des. Sarney Costa.

Os aparelhos foram entregues aos juízes do 1º e 3º juizados criminais; 3º e 8º juizados cíveis; Juizado da Fazenda Pública; e ao titular do 11º Juizado Cível e das Relações de Consumo, localizado no Anil.

A corregedora ressaltou que esse avanço é fruto de um esforço conjunto da Corregedoria e Presidência do Tribunal de Justiça para modernizar o Judiciário e reduzir custos. “O Conselho Nacional de Justiça, ao recomendar a utilização dessa moderna ferramenta para intimação de partes em processos, nos proporcionou redução de custos e celeridade processual”, frisou Anildes Cruz.

A juíza Marcia Chaves, coordenadora dos Juizados Especiais e titular do 3º Juizado Criminal, também recebeu um aparelho para a utilização na unidade. Segundo a magistrada, a utilização do aplicativo para as intimações vai agilizar o trâmite processual das ações, em conformidade com a Lei 9.099/95 (Juizados Especiais), e reduzir os gastos com suprimentos, pois evita a impressão de expedientes e o deslocamento de oficiais de Justiça para diligências dessa natureza.

Para o juiz Talvick de Freitas, do 11º Juizado Cível, o incremento dessa ferramenta vai contribuir para o aperfeiçoamento do trabalho desenvolvido na unidade judicial.

(CGJ)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação