Maranhão conquista premiação nacional em Festival de Robótica realizado pelo Sesi

0
138
Alunas e técnicos da equipe Pugnator do Sesi de São Luís que ganhou festival de robótica (foto divulgação)

Equipe de São Luís ganhou prêmio de Projeto Social 

 

O Serviço Social da Indústria (Sesi) conquistou o prêmio da categoria Projeto Social do F1 in Schools, com a Escuderia Pugnator, no Festival Sesi de Robótica, realizado no final de junho.  Mais de 20 mil pessoas acompanharam a cerimônia de premiação do Festival SESI de Robótica.

A equipe da Escola do Sesi Anna Adelaide Bello desenvolveu o Projeto Feira Solidária, trabalhando sustentabilidade, inovação e empreendedorismo, a partir do reaproveitamento do lixo orgânico, desenvolvido nas feiras livres e nas comunidades de São Luís, orientando ainda o descarte correto do lixo nesses locais. A escuderia Pugnator foi formada pelos alunos Izabelle Machado, Giovanna Jorge e Enzo Azevedo e os professores técnicos Luís Fernando Silva e Oswaldo Ramos Neto.

 Organizado pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), o maior torneio de robótica do país foi realizado remotamente e contou com a participação de 138 equipes, com cerca de 800 competidores de escolas públicas e privadas.

Com apresentação da jornalista esportiva Glenda Kozlowski, o evento anunciou os vencedores das categorias Torneio SESI F1 in Schools, Torneio Sesi First Tech Challenge (FTC) e Torneio Sesi First Lego League – Challenge (FLL). O Festival também contou com a participação virtual de competidores, ex-competidores, técnicos, juízes e convidados especiais, como os influenciadores Rato Borrachudo, Ana Xisdê e Iberê Thenório, criador do maior canal de ciência do Brasil, o Manual do Mundo.

A Rede Sesi de Educação do Maranhão participou do Festival Sesi de Robótica, competindo em duas categorias: FLL e F1 in Schools. As equipes Robotic’s Angels, da Escola Sesi Marly Sarney, e Iron League, da Escola Sesi Anna Adelaide Bello, concorreram na etapa Nacional da FLL.

Time do Sesi São Luís ganha categoria Projeto Social (foto divulgação)

Já na F1 in Schools, competiram as escuderias Spartacus, Ragnar e Pugnator, representando a Escola Sesi Anna Adelaide Bello e Graffeno, da Escola Sesi Marly Sarney.

“O Projeto F1 in Schools ajuda o aluno a definir a área profissional que deseja seguir. Estamos mudando o jeito de pensar e agir dos jovens, uma vez que o Projeto inspira e educa em disciplinas STEAM. Sou muito grato por ser técnico da F1 in Schools aqui na Escola SESI Anna Adelaide Bello, destacou o professor Luís Fernando.

Para a aluna e campeã da equipe Pugnator, Giovanna Jorge Rodrigues, “dentro desse projeto, além da parte de design e engenharia, temos que desenvolver um projeto social. E conseguimos ampliar com isso habilidades que não conseguiríamos em outro lugar como foco, organização, responsabilidade que vão servir para o resto de nossas vidas”, destacou Giovanna.

“Mesmo com a pandemia, nesse ano de 2021 realizamos o nosso primeiro torneio regional e tivemos uma boa participação no Festival de Robótica com equipes na FLL e na F1 Schools. A meta é trabalhar mais para obter novos resultados em 2022”, destacou o superintendente do Sesi-MA, Diogo Lima.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação