Maranhão registra mais de 300 prováveis casos de dengue somente este ano, segundo Ministério da Saúde

0
432

O Maranhão já registrou mais de 300 casos prováveis de dengue em 2020, que representa uma incidência de 4,35 casos a cada 100 mil habitantes, segundo Boletim Epidemiológico de Arboviroses, do Ministério da Saúde. A região Nordeste, ao todo, já notificou quase 5 mil casos de dengue em 2020, sendo que na região a taxa de incidência é de mais de 8,5 casos a cada 100 mil habitantes.

Os números preocupam as autoridades em Saúde, que se apressam em reforçar ações de prevenção em todo o estado, como explica a coordenadora de Prevenção e Controle das Arboviroses da Secretaria de Saúde do Maranhão, Joseneide Matos

“O governo do estado tem investido muito em capacitações. Realizamos o monitoramento junto com os agentes de endemia; capacitamos agentes de endemia em relação às ações que devem ser feitas rotineiramente, para que não sejamos pegos de surpresa. Além de estarmos dando apoio institucional sempre que o município necessita, em relação ao controle vetorial, à vigilância epidemiológica, à participação da população… Chamamos a população para reuniões, para conversas, sempre alertando em relação ao Aedes aegypti.”

Arte: Ítalo Novais/ Sabrine Cruz

Em janeiro, o Ministério da Saúde declarou que 12 estados brasileiros correm o risco de sofrer surto de dengue. Além de toda a região Nordeste, a população do Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo, deve ficar atenta para o possível surto do sorotipo 2 da dengue.

Coordenador-Geral de Vigilância em Arbovirose, do Ministério da Saúde, Rodrigo Said, pede que a população dos estados siga as orientações e entre no enfrentamento ao Aedes aegypti.

“Hoje, mais de 80% dos criadouros do mosquito são domiciliares. Então, a ação de controle é necessária, integrada de atividades do poder público, tanto do Ministério da Saúde, como das secretarias estaduais e municipais, de saúde, aliado as ações de mobilização da população.”

E você? Já combateu o mosquito hoje? A mudança começa dentro de casa. Proteja a sua família. Para mais informações, acesse saude.gov.br/combateaedes.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação