Maranhão é o mais beneficiado com obras do Minha Casa, Minha Vida Rural

14

Governador Carlos Brandão comemora o anúncio

O Maranhão se tornou o estado mais beneficiado pelo programa Minha Casa, Minha Vida Rural, reforçando a parceria entre os governos federal e estadual. Os números do programa foram divulgados pelo presidente Lula e pelo ministro das Cidades, Jader Filho, em Brasília, na última quarta-feira (10).

A previsão é de que a União invista R$ 46 milhões somente no saneamento rural do Maranhão. Em todo o país, R$ 400 milhões serão destinados para o setor. Os recursos totais do programa são da ordem de R$ 11,6 bilhões. A seleção vai beneficiar mais de 440 mil pessoas em áreas rurais e urbanas, de comunidades tradicionais como quilombolas e povos indígenas, famílias organizadas pelos movimentos de luta por moradia, com prioridade para grupos mais vulneráveis, tais como; mulheres chefes de família, locais de risco, entre outros.

O governador Carlos Brandão comemorou o anúncio. “Temos estreitado nossas relações com todos os ministros do governo Lula, apresentando as demandas do nosso estado e buscando mais investimentos. Não tenho dúvida de que o Maranhão vive um momento excepcional, e de que os recursos para o saneamento rural vão levar mais qualidade de vida para os nossos povos tradicionais, agricultores familiares e todas as pessoas que vivem no campo”, afirmou.

O maranhense Hildo Rocha, que integra a equipe do Ministério das Cidades, também elogiou a boa relação do Maranhão com Brasília. “Isso se deve muito ao trabalho de articulação do governador Carlos Brandão junto ao ministro Jader e ao presidente Lula. Fico orgulhoso por ter participado desse trabalho que vai beneficiar mais de 50 mil maranhenses que moram em áreas rurais do nosso estado, por meio do PNHR. Além disso, outras milhares de famílias também serão beneficiadas com casas urbanas construídas por meio das entidades”, destacou.

No Minha Casa, Minha Vida Rural, mais de 75 mil moradias foram selecionadas em todo o país, o que corresponde a um aumento de 150% em relação à meta inicialmente estabelecida pelo governo federal.

Além deste programa, a parceria entre o governo federal e o Maranhão já assegurou, também, investimentos em reforma e manutenção das rodovias federais que cortam o estado, na segurança pública, retomada de obras em prédios escolares, entre outros.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui