Maranhão é o terceiro estado do Brasil em número de territórios quilombolas, diz o IBGE

0
308

O Instituto Brasileiros de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, sexta-feira (24), números da Base de Informações Geográficas e Estatísticas sobre Indígenas e Quilombolas – 2019 com dados de localidades da Base Territorial Censitária do IBGE, que está em consolidação para o Censo Demográfico 2021. Além disso, foram disponibilizados também dados provenientes do Censo Demográfico 2010 sobre a população indígena e sobre a população residente em Terras Indígenas.

De acordo com os dados, no Maranhão, existiam 866 localidades quilombolas, a terceira maior estimativa dentre todos os estados do país, ficando atrás apenas da Bahia (com 1046 localidades) e de Minas Gerais (com 1041 estimadas).

Essas 866 localidades estão classificadas estatisticamente na Base de Informações Geográficas e Estatísticas da seguinte forma: 60 são territórios quilombolas oficialmente delimitados e definidos em setores censitários, 501 são agrupamentos quilombolas definidos em setores censitários e 305 são outras localidades quilombolas.

O IBGE considera localidade todo lugar do território  nacional onde exista um aglomerado permanente  de habitantes.  Já  os agrupamentos são  o conjunto de 15 ou mais indivíduos  em uma ou mais moradias contíguas  (até  50 metros de distância) e que estabelecem vínculos familiares ou comunitários.

Calcula-se que 108 dos 217 municípios maranhenses possuíam localidades quilombolas. No ranking dos dez municípios brasileiros com mais localidades quilombolas em 2019, quatro eram cidades do Maranhão: Alcântara, com 74 localidades (2ª posição no ranking); Itapecuru Mirim, com 45 localidades (3ª posição); Santa Helena, com 37 localidades (6ª posição); e, Codó, com 30 localidades (9ª posição).

Localidades indígenas – A estimativa do IBGE é que em 2019, no Maranhão, existiam 351 localidades indígenas, a maior quantidade dentre os estados da região Nordeste.
Essas 351 localidades estão classificadas estatisticamente na Base de Informações Geográficas e Estatísticas da seguinte forma: 20 são Terras Indígenas oficialmente delimitadas e definidas em setores censitários, 318 são agrupamentos indígenas definidos em setores censitários e 13 são outras localidades indígenas.

Em relação à população indígena, os dados são de 2010. Naquele ano, havia 38.831 indígenas no Maranhão. Desses, 29.621 residiam em Terras Indígenas e 9.210 residiam fora de Terras Indígenas. Calcula-se que, em 2019, 30 municípios maranhenses possuíam localidades indígenas.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação