Maranhão emplaca segundo ministro no governo de Michel Temer

0
1700

AQUILES EMIR

O Maranhão está emplacando o segundo ministro no governo de Michel Temer (MDB). Com a saída de Ronaldo Nogueira (PTB-RS), que pediu demissão no cargo nesta quarta-feira (27), vai para o Ministério do Trabalho o deputado maranhense Pedro Fernandes, que é do mesmo partido.

Além de Pedro Fernandes, compõe o primeiro escalão do governo federal o deputado Sarney Filho (PV), que ocupa o Ministério do Meio Ambiente, do qual deve se desincompatibilizar até o mês de abril, já que pretende disputar uma cadeira no Senado.

Nogueira alegou como motivo para deixar o cargo o fato de ter pretensões de disputar a reeleição em 2018 e a escolha de Pedro Fernandes se dá justamente pelo fato dele ter decidido não disputar mandato eletivo na próxima eleição. O anúncio da troca de comando no MTE foi feito pelo líder do PTB na Câmara Federal, Jovair Arantes (PTB-GO).

Segundo Arantes, Nogueira pediu demissão por motivos de foro íntimo, enquanto o novo ministro assumirá a pasta com apoio tanto da bancada quanto do presidente Michel Temer.

Como não tem pretensões de se desincompatibilizar, tudo indica que Pedro Fernandes ficará no governo até 31 de dezembro de 2018, quando encerra o governo de Michel Temer. Para o seu lugar na Câmara Federal, ele pretende lançar o filho, Pedro Lucas, que integra a equipe do governador Flávio Dino (PCdoB), como presidente da Agência Executiva Metropolitana.

O último ato de Ronaldo Nogueira à frente do Ministério do Trabalho foi a divulgação nesta quarta-feira dos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), pelo qual o Brasil perdeu em novembro 12.292 postos de trabalho. Segundo ele, o mês é tradicional em queda na geração de empregos, mas “esse saldo negativo não significa uma interrupção do processo de retomada do crescimento econômico do país”.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação