Maranhão fecha o ano com 4,5 mil mortes por infecção de coronavirus, segundo o Ministério da Saúde

0
59

Estado é o 15° em casos notificados, conforme estatística do governo federal

O Maranhão fechou 2020 com 4,5 mil óbitos por infecção de coronavirus, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (31) pelo Ministério da Saúde. As vítimas que não resistiram à covid-19 no Brasil chegaram a quase 195 mil, pois nas últimas 24 horas, foram registradas 1.094 óbitos, totalizando 194.949 mortes desde o início da pandemia. 

Na quarta-feira (30) o sistema do Ministério da Saúde marcava 193.875 falecimentos. Conforme o painel do MS, há ainda 733.959 casos ativos em acompanhamento. O número de pessoas que já se recuperaram da covid-19 chegou a 6.747.065.

Pelo terceiro dia seguido foram registradas mais de 1 mil mortes. Ontem a atualização diária trouxe 1.194 vidas perdidas. Na terça-feira (29), foram acrescidos 1.111 novos óbitos às estatísticas. Mas o último balanço semanal da pasta apontou queda nas mortes na semana de Natal.

O total de casos acumulados chegou a 7.675.973. Entre ontem e hoje, foram registrados 56.773 novos diagnósticos positivos. Até ontem, o painel da covid-19 trazia 7.619.200 casos acumulados.

As informações estão na atualização diária sobre a pandemia do Ministério da Saúde, divulgada na noite de quinta-feira (31). A atualização reúne as informações levantadas pelas secretarias estaduais de saúde de todo o país.

Estados – No topo da lista de mortes por covid-19 estão São Paulo (46.717), Rio de Janeiro (25.530), Minas Gerais (11.902), Ceará (9.990) e Pernambuco (9.654). Já entre os últimos no ranking estão Roraima (781), Acre (795), Amapá (925), Tocantins (1.234) e Rondônia (1.817).

O Maranhão é o 15° em casos confirmados, num total de 200.938 registros, mas como registra mais mortes que o Distrito Federal, que é o 11° em notificações, fica no 14° lugar em óbitos. Veja o quadro abaixo:

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil 31/12/2020
Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil 31/12/2020 – 31/12/2020/Divulgação/Ministério da Saúde

(Com informações da Agência Brasil)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação