Maranhão registra em 24 horas 37 novas mortes por coronavírus e total de óbito sobe para 1.132

0
248

AQUILES EMIR

O Maranhão contabilizou, de quinta (04) para esta sexta-feira (05), 37 novos óbitos por coronavírus, o maior registro para 24 horas desde o início da pandemia. Com esses dados, o total de óbitos subiu para 1.132, os seja, 135 a mais, de segunda-feira (1º) até este último balanço.

Ainda de acordo com os dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), o número de infectados, que na quinta-feira era de 43.313, saltou para 45.470, uma diferença de 2.157. No balanço anterior, o número de morto era de 1.095.

Dos novos casos de infecção, 157 foram registrados na Ilha de São Luís, 129 em Imperatriz e 1.871 nas demais regiões do estado. O número de recuperados pulou de 15,6 mil para 17,9 mil.

 

Imagem

Leitos – Dados da última quinta-feira (04) apontam a taxa de letalidade do Maranhão em 2,5%, um pouco mais da metade da taxa brasileira, que gira em torno de 5,5%. Ao divulgar esses números, o governador Flávio Dino lembrou que inicialmente havia 232 leitos da rede estadual exclusivos para o coronavírus.

Atualmente, são 1.680 leitos estaduais exclusivos, número que deverá chegar a 2 mil leitos nas próximas semanas. O Governo do Estado completará 12 hospitais, inaugurados em 80 dias, com centenas de novos leitos.

Para o governador, o incremento largo, o significativo acesso à assistência à saúde e o esforço dos profissionais de saúde asseguram que a média maranhense permaneça abaixo da média nacional. “Desejo que consigamos manter esse controle e reduzir o máximo quanto possível a taxa de letalidade no nosso estado, no nosso país”, disse o governador do Maranhão.

Na última quinta-feira (4) a taxa de ocupação de leitos clínicos, exclusivos para o coronavírus, da rede estadual, ficou em torno de 26% em São Luís.

(Com informações da Secap)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação