Maranhão registra mais de cinquenta mortes por coronavírus no intervalo de apenas 24 horas

0
525

AQUILES EMIR

O Maranhão contabilizou neste domingo (17) mais de cinquenta mortes por coronavírus num intervalo de 24 horas. Esta é a maior marca desde o registro do primeiro óbito em 29 de março e o dado torna-se muito preocupante porque a quantidade é o dobro da média de 24 casos que vinha sendo registrada até esta semana.

Na postagem do balanço com dados tão alarmantes.em sua conta no Twitter, o secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, ainda encontrou inspiração para um comentário otimista.

“Último dia de lockdown e registramos, neste domingo, 26,67% dos casos confirmados na Ilha de São Luís. Número satisfatório, mas teremos resultados conclusivos somente nas próximas semanas.Importante mantermos as regras de isolamento antes do bloqueio total”, comentou.

De acordo com o boletim da SES, são 13.238 casos confirmados no estado e 576 mortes, No boletim anterior, divulgado neste sábado (16) eram 11.592 casos confirmados, isto é, 1.642 a menos, e 524 óbitos, o que corresponde a uma diferença de 52 casos.

Imagem

Protocolo – Antes do anúncio da trágica estatística, o Governo do Estado anunciou, finalmente, a adoção de um protocolo que inclui hidroxicloroquina, cloroquina, aztromicina e outras drogas que vinha contestando como eficaz. “Desde a última terça-feira (12), o Ambulatório de Covid-19 do Hospital Dr. Carlos Macieira utiliza o protocolo”, diz o texto distribuído pela Secretaria de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap).

“Estamos recebendo os pacientes na fase inicial da doença, com sintomas leves, oriundos das Unidade de Pronto Atendimento (UPAS) e que possuem comorbidades tais como pressão alta, diabetes, entre outras. Aqui o paciente passa por criteriosa avaliação médica e realiza o exame de eletrocardiograma, para assim receber o kit. Os pacientes são informados da reação adversa e os que querem, levam o kit para tratamento em casa”, explicou o diretor geral do Hospital Carlos Macieira, Edilson Medeiros.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação