Maranhão tem desempenho negativo na geração de empregos em agosto

0
640

AQUILES EMIR

O Maranhão teve um desempenho negativo na geração de empregos no mês de agosto, segundo números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta sexta-feira (21) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). De acordo com os dados, no mês passado as admissões somaram 12.155, mas as demissões, 12.155, o que gerou um saldo negativo de 66 postos de trabalho desativados.

O setor industrial foi o que mais contribuiu para esse desempenho negativo, com um saldo de -972, enquanto Serviços teve o melhor resultado, com 393 postos de trabalho preservados.

SETORES TOTAL ADMIS. TOTAL DESLIG. SALDO VARIAC. EMPR % *
EXTRATIVA MINERAL 50 21 29 2,13
INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO 1.007 1.979 -972 -2,47
SERV INDUST DE UTIL PÚBLICA 82 57 25 0,34
CONSTRUÇÃO CIVIL 1.850 1.955 -105 -0,27
COMÉRCIO 3.791 3.458 333 0,23
SERVIÇOS 4.388 3.995 393 0,20
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 26 44 -18 -0,14
AGROPECUÁRIA 961 712 249 1,06
TOTAL 12.155 12.155 -66 -0,01

Apesar do desempenho negativo de agosto, no acumulado do ano, o Maranhão tem um saldo positivo de 9.157, resultado de 103.675 admissões e 94.518 demissões. O acumulado dos 12 últimos meses é de 8.939, devido às 152.315 contratações e os 143.376 desligamentos.

De acordo com a avaliação dos números, este é o pior desempenho para o mês de agosto desde 2004. Veja os números:

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação