Maranhão tem estoque de seringas suficiente para garantir início da vacinação contra covid-19

0
215

Governo está assegurando a aquisição dos insumos e definindo a logística para a imunização da população contra a doença

O Governo do Maranhão tem um estoque de 4 milhões de agulhas e seringas para realizar a primeira fase da vacinação contra a Covid-19, e agiliza processo para a aquisição de mais 6 milhões de unidades desse material, o que ultrapassaria em cerca 3 milhões a população do estado. Segundo o secretário estadual da Saúde, Carlos Lula, o planejamento e a definição das estratégias refletem a preocupação da gestão estadual em garantir o acesso dos maranhenses à vacinação.

“A vacina vem sendo um anseio de todos nós. A gestão do governador Flávio Dino vem, desde o início da pandemia, antecipando suas ações para minimizar os impactos da Covid-19 no nosso estado e, nesse momento tão próximo da vacinação, não seria diferente”, ressalta.

Na última quarta-feira (06), numa postagem nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro já havia alertado que os governos estaduais e municipais tem seringas e agulhas suficientes para vacinar a população. “Estados e municípios têm estoques de seringas para o início das vacinações, já que a quantidade de vacinas num primeiro momento não é grande”, comentou Bolsonaro. Nesta quinta-feira (07), foi a vez do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, também confirmar a existências dos produtos

Aquisição de insumos foi garantida pela gestão estadual (Foto: Paulo Rogério)

Além da aquisição de insumos, a distribuição dos imunobiológicos também já foi planejada. Após o recebimento das doses, será seguida uma programação de distribuição às Redes de Frio Regionais por meio de transporte aéreo. A partir desta distribuição, todos os municípios receberão as vacinas por meio do transporte terrestre com vans refrigeradas, já disponíveis em cada uma das regionais de saúde.

As demais estratégias do Governo do Maranhão para a imunização estarão disponíveis e sistematizadas no Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19, que será divulgado no início da próxima semana.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação