Maranhão tem o preço médio de etanol mais elevado do Nordeste, segundo Ticket Log

170

Apenas Paraíba registrou queda no preço da gasolina

O último levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL) apontou que o litro da gasolina no Nordeste fechou a primeira quinzena de novembro a R$ 5,36, preço 0,83% mais caro que o registrado em outubro. Já o etanol apresentou queda de 0,45% e fechou o período a R$ 4,16, mas no Maranhão a média de R$ 4,63, mais alta na região.

O litro do diesel também aumentou e o comum na região foi comercializado a R$ 7,12 enquanto o S-10, a R$ 7,15, preço 1,99% e 1,36% mais caros, respectivamente, no comparativo com o mês anterior.

“Os postos nordestinos registraram as altas mais expressivas do País para o diesel. Sergipe foi o Estado que apresentou o maior aumento no preço do tipo comum e do S-10, com acréscimos de 7,14% e 3,54% respectivamente. Ainda, a Paraíba registrou o menor preço do País para o etanol, de R$ 3,51, com recuo de 0,37%. O etanol, se comparado à gasolina, foi o combustível economicamente mais vantajoso para abastecimento somente na Bahia e na Paraíba. Por ser um combustível produzido a partir da cana-de-açúcar ou milho, o etanol é capaz de reduzir consideravelmente as emissões de gases responsáveis pelas mudanças climáticas. Ainda que a gasolina apresente a combinação custo e benefício por quilômetro rodado, o etanol é o combustível ecologicamente mais viável para abastecimento”, destaca Douglas Pina, diretor-geral de Mainstream de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil.

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com mais de 30 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras, a fim de simplificar os processos diários.

Confira tabelas com as médias de cada Estado da Região Nordeste: 

Variações e correlação gasolina x etanol

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui