Maranhão ultrapassa neste sábado a marca de cem mortes confirmadas pelo novo coronavírus

0
471
Coronavirus

AQUILES EMIR

Com 112 mortes confirmadas, o Maranhão continua sendo o estado com maior número de falecimentos por covid-19, segundo relatório da Secretaria Estadual de Saúde deste sábado (25). Até às 18h quando o Ministério da Saúde divulgou seu balanço, os óbitos no estado eram 100, porém por volta das 20h o secretário Carlos Lula atualizou os números e acrescentou mais 12.

Pelos dados da SES, são 2.223 casos confirmados no Maranhão, sendo que deste 1.504 estão ativos, 307 se se recuperaram e 112 faleceram. “São 307 vidas recuperadas desse vírus devastador. Um pouco de alívio para dias tão sombrios. Protejam-se! Fiquem em casa”, escreveu o secretário Carlos Lula em sua conta no Twitter @carloselula.
ImagemDe acordo com os números do Ministério da Saúde, o Brasil chegou a 58.509 casos confirmados de contaminação por coronavírus. Nas últimas 24 horas, entraram nas estatísticas 5.514 pessoas infectadas, um aumento de 7,1% e relação a sexta-feira (24), quando foram registrados 52.995 casos confirmados.

Até o momento, são 29.160 recuperados, o que equivale a 50%, e outros 25.333 estão em acompanhamento, o equivalente a 43%. Já o número de mortes subiu para 4.016, com 346 novos óbitos de ontem para hoje, um incremento de 9,4%. Segundo o Ministério da Saúde, 1.324 mortes estão em investigação, computados os 12 a mais do Maranhão.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (1.667). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (615), Pernambuco (381), Ceará (310) e Amazonas (287).

Além disso, foram registradas mortes no Maranhão (112)*, Pará (86), Bahia (70), Paraná (69), Minas Gerais (58), Paraíba (46), Espírito Santo (47), Santa Catarina (42), Rio Grande do Norte (38), Rio Grande do Sul (31), Alagoas (29), Distrito Federal (26), Goiás (25), Amapá (19), Piauí (17), Acre (11), Sergipe (nove), Mato Grosso (nove), Mato Grosso do Sul (sete), Rondônia (sete), Roraima (três) e Tocantins (duas).

  • O total do Maranhão atualizado pelos dados da SES

(Com informações da Agência Brasil)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação