BNDES empresta R$ 60 milhões à Prefeitura de São Luís para investimentos no Centro Histórico

0
334
Casarão onde funcionou o jornal O Imparcial, na Rua Afonso Pena será recuperado com empréstimo do BNDES (foto Portal Guará)

Objetivo é valorizar maior atrativo turístico da capital maranhense

AQUILES EMIR

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou um empréstimo de R$ 60 milhões para a Prefeitura de São Luís, que fará a aplicação desses recursos no projeto Centro Histórico Acessível, voltado para valorização da área compreendida como Projeto Reviver, que envolve Praia Grande, Desterro, Beira Mar e outros bairro do Centro da capital maranhense.

O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (19) pelo prefeito Eduardo Braide (sem partido), na Federação das Indústrias (Fiema), no evento do grupo português Vila Galé, que tenciona ampliar para o Maranhão seu investimentos em turismo, principalmente no segmento de hotelaria.

De acordo com o prefeito, desse total, R$ 13 milhões serão investidos na recuperação do casarão localizado Rua Afonso Pena em que, por muitos anos, funcionou o jornal O Imparcial dos Diários Associados, e que há muito foi transferido para a Prefeitura numa permuta com o terreno em que o veículo de imprensa está instalado atualmente, no bairro do Renascença.

RUA DO TRAPICHE EM SÃO LUIZ-FOTO:EMILIANO HOMRICH - SÃO LUÍS - MA
Rua do Trapiche será contemplada com o investimento da Prefeitura

Os R$ 47 milhões restantes, de acordo com Eduardo Braide, serão investidos no Complexo Rua do Trapiche, na Praia Grande.

A rua, ao lado da Casa do Maranhão, reúne diversos prédios de arquitetura colonial que se encontram em situação precária de conservação, alguns colocando em insegurança seus frequentadores (moradores, trabalhadores, clientes etc).

Ao fazer o anúncio, o prefeito disse que o objetivo da sua administração com esse investimento é valorizar mais ainda a parte tombada da cidade, que deu a ela o título de Patrimônio Cultural da Humanidade e que é um dos maiores atrativos para turistas, tanto brasileiros quanto estrangeiros.

No encontro do Vila Galé com empresários e políticos, o presidente e fundador do grupo, Jorge Rebelo de Almeida, disse que visitou o Centro Histórico de São Luís e ficou encantado com o que viu e planeja instalar um de seus hoteis na área.

Para ele, o investimento anunciado é muito importante para que São Luís seja ainda mais valorizada pela sua riqueza de sua arquitetura colonial.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação