Mais de 25 mil linhas de telefone fixo desativadas no Maranhão em 12 meses

0
861

No mês de maio de 2017, a telefonia fixa registrou 41.293.287 de linhas em operação, 16.931.393 para as autorizadas e 24.361.894 para as concessionárias. Esse total representa uma diminuição de 2.277 mil (-0,01%) para as autorizadas e 73,08 mil (-0,30%) para as concessionárias em comparação com o mês anterior.

Nos últimos 12 meses, as empresas autorizadas apresentaram redução de 479,19 mil (-2,75%). Nesse mesmo período as concessionárias registraram declínio de 1,07 milhão (-4,20%), de acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

No Maranhão, de acordo com o levantamento, no intervalo de 12 meses foram desativadas 25.468 linhas, pois eram 234.645 em maio de 2016 e este ano chegou a 209.177.

A autorizada Algar Telecom apresentou a maior evolução entre as prestadoras, de 9,27 mil (+3,36%) no mês de maio quando comparado com abril de 2017, seguida da Tim com 3,70 mil (+0,70%). As empresas que apresentaram as maiores quedas foram a Claro, com menos 46,97 mil linhas (-0,43%) e a Vivo, com diminuição de 11,36 mil (-0,24%). Nas concessionárias, a empresa Algar Telecom também registrou o maior crescimento, com 5,77 mil linhas (+0,78%), seguida pela Claro com 27 novas linhas fixas (+1,52%). As outras prestadoras registraram diminuição.

Nos últimos 12 meses, a Algar Telecom liderou o aumento de linhas nas autorizadas, com 33,25 mil novas linhas (+13,18%), seguida da Oi com 9,82 mil (+6,28%). As prestadoras que registraram maior diminuição foram a Claro, com menos 468,81 mil (-4,13%) e a Tim com menos 76,40 mil linhas (-12,54%). Nas concessionárias o número de maior evolução também foi para Algar Telecom, que teve acréscimo de 17,79 mil linhas (+2,44%), seguida da Sercomtel com 4,67 mil (+2,72%). Nesse setor, as prestadoras que apresentaram maior queda foram a Oi, com menos 713,27 mil (-4,89%) e a Vivo com menos 378,38 mil (-3,80%).

Os estados que apresentaram as maiores evoluções no mês de maio deste ano quando comparado com abril, no grupo das autorizadas, foram o Mato Grosso, com aumento de 360,43 mil (+233,58%), seguido do Rio de Janeiro, com 222,03 mil novas linhas (+10,64%). Já os estados que apresentaram as maiores quedas foram o Distrito Federal, com menos 312,68 linhas (-50,57%) e Minas Gerais com menos 224,66 mil (-16,91%).

As concessionárias registraram crescimento nos estados do Piauí, com 246 novas linhas fixas (+0,16%) e do Acre, com 40 linhas (+0,07%). Rio de Janeiro e São Paulo apresentaram as maiores quedas, com menos 19,19 mil (-0,66%) e menos 13,54 mil (-0,14%), respectivamente.

O Mato Grosso também lidera a evolução nos últimos 12 meses no grupo das autorizadas, com 360,72 mil linhas fixas (+234,21%), seguida por Santa Catarina, que teve acréscimo de 128,03 mil linhas (+19,13%). Nesse setor, os estados que registraram maior diminuição foram também o Distrito Federal, com menos 308,20 mil (-50,20%) e Minas Gerais com menos 257,70 mil (-18,93%). Já nas concessionárias os estados que mais cresceram foram o Goiás com 5,78 mil linhas (+0,76%), seguido do Piauí com 455 linhas (+0,30%). As regiões que registraram as maiores quedas foram São Paulo, com menos 376,41 mil (-3,72%) e Rio de Janeiro, com menos 185,69 mil (-6,06%).

Telefonia Fixa por Unidades da Federação
ConcessionáriasVariação 12 meses
UFMaio/2016Maio/2017QuantidadePorcentagem
AC59.30959.5472380,40%
AL125.187114.216-10.971-8,76%
AM140.855128.278-12.577-8,93%
AP31.75129.236-2.515-7,92%
BA953.976892.939-61.037-6,40%
CE437.499395.691-41.808-9,56%
DF365.229352.864-12.365-3,39%
ES355.009335.929-19.080-5,37%
GO762.524768.3075.7830,76%
MA234.645209.177-25.468-10,85%
MG2.656.8702.554.229-102.641-3,86%
MS294.452290.816-3.636-1,23%
MT343.239338.257-4.982-1,45%
PA275.725256.112-19.613-7,11%
PB165.570156.564-9.006-5,44%
PE617.371566.523-50.848-8,24%
PI153.957154.4124550,30%
PR1.373.5111.351.256-22.255-1,62%
RJ3.066.0392.880.344-185.695-6,06%
RN160.504144.869-15.635-9,74%
RO160.161158.940-1.221-0,76%
RR46.69245.548-1.144-2,45%
RS1.269.7521.220.177-49.575-3,90%
SC1.008.412973.894-34.518-3,42%
SE116.853107.654-9.199-7,87%
SP10.126.2589.749.847-376.411-3,72%
TO129.552126.268-3.284-2,53%
TOTAL25.430.90224.361.894-1.069.008-4,20%
Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação