Maranhão teve aumento de 21,33% no número de usuários de internet banda larga

0
647
Marcos Santos/USP Imagens Tecnologia da informação

O serviço de internet banda larga fixa no Maranhão teve um crescimento 21,33% em 2017 na comparação com 2016, segundo números divulgados nesta segunda-feira (29) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). De acordo com a estatística, a quantidade de novos contratos no estado para este tipo de serviço aumentou em mais de 47 mil.

De acordo com a agência, a expansão, em nível nacional, foi puxada pelos provedores regionais, que são responsáveis por 1,28 milhão de novos contratos, proporcionando um aumento de 43,72%, totalizando 4,21 milhões de contratos ativos neste seguimento no final do ano de 2017. Dessa forma, dobrou o crescimento quando comparado à entrada de 591,35 mil novos contratos em 2016.

No ano passado, considerando somente os provedores nacionais, a TIM registrou crescimento de 85,87 mil novos contratos (+26,37%), a SKY aumento de 54,86 mil (+17,69%), a Claro entrada de 482,89 mil (+5,74%), a Vivo somou 108,14 mil (+1,45%) a sua base de assinantes no ano de 2017. A Oi foi a única prestadora onde uma houve uma redução que chegou a 108,83 mil (-1,70%) contratos.

Quando comparado a 2016,  Paraíba foi o estado que registrou o maior crescimento percentual com a entrada de 79,74 mil novos contratos de banda larga (+31,11%), seguida do Ceará com 148,99 mil novos clientes (+25,25%) e do Rio Grande do Norte com entrada de 66,35 mil acessos a sua base (+24,76%).

Em números absolutos, São Paulo registrou a maior entrada com 313,50 mil novos contratos (+3,27%), seguido de Minas Gerais com 253,76 mil (+9,68%) e do Paraná com 208,88 mil (+11,33%) novos usuários.

No total, o mês de dezembro de 2017 também registrou aumento de 93,60 mil contratos ativos ou mais 0,33% em relação aos números de novembro. A variação anual e mensal de 2017 da banda larga fixa está disponível no Portal da Anatel por Grupos Econômicos e Unidades da Federação.

Veja os números da evolução da banda larga no país:

DezembroVariação
UF20162017QuantidadePorcentagem
AC54.35961.2866.92712,74%
AL149.711160.25610.5457,04%
AM267.243281.29114.0485,26%
AP58.33765.1506.81311,68%
BA819.554889.95470.4008,59%
CE590.120739.111148.99125,25%
DF652.449706.45854.0098,28%
ES488.164558.16870.00414,34%
GO850.153937.42387.27010,27%
MA220.509267.54147.03221,33%
MG2.622.3022.876.066253.7649,68%
MS347.845391.74143.89612,62%
MT358.972391.55132.5799,08%
PA302.305351.56749.26216,30%
PB256.297336.03579.73831,11%
PE518.317540.72222.4054,32%
PI157.131169.47812.3477,86%
PR1.843.6802.052.555208.87511,33%
RJ3.017.3593.151.218133.8594,44%
RN268.000334.34566.34524,76%
RO146.323157.51211.1897,65%
RR37.16337.7766131,65%
RS1.676.0181.772.47396.4555,76%
SC1.201.1861.244.77243.5863,63%
SE159.553183.30823.75514,89%
SP9.588.9049.902.405313.5013,27%
TO104.631109.8545.2234,99%
Total26.756.58528.670.0161.913.4317,15%
Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação