Mulheres de Juçaral do Capistrano, em Santa Inês, garantem nova alternativa de renda

0
376

Diversos cursos  de alimentos foram oferecidos pela Vale

“É muito gratificante ver mulheres que viviam exclusivamente da roça, hoje conseguirem manter seu sustento também com a venda de doces e salgados”. O depoimento da presidente da Associação de Mulheres do povoado de Juçaral do Capistrano, Maria da Neves, reflete o orgulho e satisfação de 25 mulheres formadas no curso profissionalizante de Panificação na última quarta-feira (04), no povoado do município de Santa Inês.

Desde 2018 diversos cursos  na área de alimentos foram oferecidos pela Vale em parceria com Senac e Senai como: gestão da produção, boas práticas de manipulação e panificação vêm contribuindo para uma mudança de realidade na região.

Dona Maria da Neves conta ainda que para se adquirir o pão francês era necessário ir até Santa Inês e que os primeiros passos foram dados para o objetivo maior que é estruturar a primeira panificadora do povoado.

“Só podemos agradecer projetos como esse que incentivam as mulheres de um local tão humilde como o nosso a buscarem novas alternativas de vida. Esperamos em breve com apoio de nossos parceiros tornar o sonho da panificadora, realidade”, destacou das Neves lembrando que graças aos cursos as mulheres se sentem preparadas para produzir e gerir o próprio negócio.

Os cursos fazem parte do Projeto de Relacionamento com as Comunidades da Estrada de Ferro Carajás no município de Santa Inês que busca desenvolver as potencialidades da região. Por meio de um trabalho de escuta com as associações de moradores e com estudo de viabilidade econômica, os projetos são desenvolvidos em diversas localidades ao longo da ferrovia. A gerente de Relacionamento com Comunidades da Vale, Andreia Andrade explica que a formatura em panificação em Juçaral do Capistrano representa apenas mais um passo de um processo contínuo que teve início com o trabalho de escuta e descoberta da vocação local.

“Acompanhamos o nascer de um novo sonho para essas mulheres, que passou por etapas como o diagnóstico vocacional, amadurecimento das expectativas, até a formação das parcerias que resultaram nesse evento de formatura. Somos felizes em poder fazer parte dessa caminhada e esperamos poder seguir contribuindo  para que mais mulheres possam sonhar e transformar suas realidades “, disse.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação