Obras de conservação da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos entregues a tempo dos festejos de São Benedito

0
229

Festejos do santo começam nesta quinta-feira 

A Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, localizada na Rua do Egito (Centro Histórico de São Luís), está pronta para os festejos em homenagem a São Benedito,  que começam nesta quinta-feira (11) e vão até a próxima segunda-feira (15). Na noite desta terça-feira (09), as obras de conservação do imóvel histórico foram entregues pelo prefeito Eduardo Braide.

Dentre outros serviços, foram feios pintura, revisão do telhado e reparo de rachaduras. A cerimônia de entrega começou com uma missa celebrada pelo pároco da Catedral Metropolitana de São Luís, padre Roney Carvalho e foi encerrada com uma animada roda de tambor de crioula.

A Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos tem tombamento estadual, federal e mundial, pois integra o perímetro urbano tombado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Os serviços foram executados pela Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (Fumph). As obras foram iniciadas dia 20 de julho e foram acompanhadas pelo corpo técnico da Fumph.

“A igreja estava com um problema estrutural. A calha do telhado estava furada e a água estava penetrando, o que acarretou em uma rachadura, desagregando os materiais e causando uma rachadura na parede próxima de uma das torres. Estudamos o problema, fizemos o projeto e a partir disso, começamos os trabalhos com o objetivo de entregarmos antes dos festejos que começam dia 11 de agosto”, explicou a presidente da Fumph, Kátia Bogéa.

A Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos é parte de um grupo de igrejas brasileiras construídas por Irmandades de homens negros no século XVIII e foi utilizada como matriz da cidade de São Luís, enquanto a real matriz, atingida por um raio, passava por obras de reconstrução.

“Para nós da comunidade as obras de conservação são muito importantes, especialmente porque estamos às vésperas dos festejos e nós não temos recursos suficientes para as obras”, observou Vera Lúcia Sousa, presidente da Associação dos Amigos de São Benedito, entidade que administra a igreja que é ligada à Catedral Metropolitana de São Luís e reúne cerca de 40 membros.

O pároco da Catedral Metropolitana de São Luís, padre Roney Carvalho, destacou que além do aspecto religioso, o templo é um monumento histórico. “A iniciativa da Prefeitura em reformar a igreja para nós é uma alegria, pois representa uma preocupação do governo municipal em cuidar daqui que é também a promoção do turismo na nossa cidade, gerando renda para a cidade”.

Frequentador desde criança, Jorge Teixeira explica que a igreja sempre foi cuidada pela comunidade. “Por ser uma igreja construída por escravos, tem toda uma história a zelar. É tombada e é uma herança não só para a comunidade, mas para a cidade. Por isso mesmo manter essa construção é manter a história”, destacou.

Igreja  – A Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos é composta de nave e capela-mor, ladeada por duas alas com dois pavimentos. Parte da nave tem seu pé direito duplo seccionado pelo pavimento do coro. Possui frontispício bastante singelo, desenvolvida em um só corpo de fachada retangular.

Compõe-se de duas torres sineiras de base quadrangular, com aberturas para quatro sinos (restando apenas um) terminadas por cúpula em forma de bulbo encimada por cruz. Entre as torres o frontão de corte bulboso, sobre um quarto de lua estilizado. Trata-se de imóvel de dois pavimentos: térreo e superior, acrescido de duas torres sineiras, ladeando o frontão centrado na fachada principal, voltada para o lado Oeste.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação