Renda per capita dos maranhenses é R$ 575, a menor do Brasil, segundo IBGE

0
2051
O povo do Maranhão continua tendo a menor renda do Brasil, como revela pesquisa do IBGE (Foto EBC)

AQUILES EMIR

O maranhense continua tendo a menor renda per capita do Brasil. É o que revela o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou nesta sexta-feira (24) os valores dos rendimentos domiciliares per capita referentes a 2016, para o Brasil e as unidades da federação, calculados com base nas informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) e enviados ao Tribunal de Contas da União (TCU).

Esta divulgação atende à Lei Complementar 143/2013, que estabelece os novos critérios de rateio do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE). 

Os rendimentos domiciliares são obtidos pela soma dos rendimentos do trabalho e de outras fontes recebidos por cada morador no mês de referência da pesquisa. O rendimento domiciliar per capita é a divisão dos rendimentos domiciliares pelo total dos moradores. Esses rendimentos são calculados para cada unidade da federação e para o Brasil, considerando sempre os valores expandidos pelo peso anual da pesquisa.

De acordo com a pesquisa, a renda per capita do maranhense é de apenas R$ 575,00, enquanto a segunda pior, de Alagoas, é de R$ 662,00. O Distrito Federal tem a maior, R$ 2.351,00. Pelos números do IBGE, a renda do maranhense é menos da metade da nacional, que é de R$ 1.226,00.

(Com dados do IBGE)

Veja o rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população
residente, segundo as Unidades da Federação – 2016

 

Unidades da Federação Rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população residente (R$)
      Brasil
1.226,00
Rondônia
901,00
Acre
761,00
Amazonas
739,00
Roraima
1.068,00
Pará
708,00
Amapá
881,00
Tocantins
863,00
Maranhão
575,00
Piauí
747,00
Ceará
751,00
Rio Grande do Norte
919,00
Paraíba
790,00
Pernambuco
872,00
Alagoas
662,00
Sergipe
878,00
Bahia
773,00
Minas Gerais
1.168,00
Espírito Santo
1.157,00
Rio de Janeiro
1.429,00
São Paulo
1.723,00
Paraná
1.398,00
Santa Catarina
1.458,00
Rio Grande do Sul
1.554,00
Mato Grosso do Sul
1.283,00
Mato Grosso
1.139,00
Goiás
1.140,00
Distrito Federal
2.351,00

 

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação