Governador Marconi Perillo anuncia que vai disputar comando do PSDB

0
472

O governador de Goiás, Marconi Perillo, vai disputar a presidência do PSDB. O anúncio foi feito após reunião em Brasília (DF) com o presidente interino da legenda, o senador cearense Tasso Jereissati, que está no lugar do senador Aécio Neves, presidente licenciado desde maio, após vazarem áudios deste com o empresário Joesley Batista, da JBS.

Apesar de ser apoiado por parte da bancada federal, Tasso Jereissati já foi criticado por lideranças tucanas após defender publicamente o desembarque do Governo Temer. Esta semana, os conflitos aumentaram quando o senador encomendou um estudo para melhorar a imagem do partido nas redes sociais. Porém, a empresa responsável já tinha trabalhado na campanha do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, que é do PT.

Marconi Perillo, que é apoiado por grande parte dos que contestam Tasso, confirmou que quer a presidência do PSDB. “Informei ao presidente o meu desejo em colaborar com o partido como candidato à presidência do partido. E disse mais, quando tomei essa decisão, se deu também que até então ele não disse que é candidato”.

Já os que apoiam Tasso Jereissati querem que ele seja candidato para concorrer com Perillo. O senador do Ceará não confirmou, nem descartou. “Eu tenho uma forte densidade com determinadas ideias que hoje tem diferenças internas. Não estou descartando porque tive reunião com parcela importante da bancada federal e houve conversa sobre essa possibilidade”.

Apesar das divisões internas dentro da legenda, o discurso de ambos após a reunião foi de tentar reunificar os tucanos. A convenção que vai escolher os novos dirigentes do PSDB acontece no dia 09 de dezembro.

(Com dados do Jovem Pan)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação