Marine Le Pen e Emmanuel Macron fazem segundo turno na França

0
615

O liberal Emmanuel Macron e a candidata de extrema-direita Marine Le Pen vão disputar o 2° turno das eleições presidenciais na França. De acordo com levantamento da consultoria Ipsos, Macron obteve 23,7% dos votos e Le Pen 21,7%. As informações são da Agência Télam.

A votação do 2° turno está marcada para 7 de maio. O conservador  Francois Fillon e o esquerdista Jean-Luc Mélenchon, que de acordo com as pesquisas eleitorais também tinham chance de ir ao 2º turno, ficaram empatadas com 19,5% dos votos, segundo pesquisa divulgada pelo jornal francês Le Monde. O socialista Benoit Hamon obteve 6,2% dos votos.

Os quatro principais candidatos votaram pela manhã, sob forte esquema de segurança após o ataque de um atirador registrado em Paris na última semana.

Aos 39 anos, Macron espera tornar-se o presidente mais jovem do país, enquanto a líder da Frente Nacional tenta ser a primeira mulher  a alcançar o posto de chefe de Estado na França.

Na eleição mais disputa da história recente da França, quase  70% dos eleitores franceses já tinham votado até as 17h (horário local). O percentual de 69,42% é ligeiramente inferior aos registrados em 2012, de acordo com o Ministério do Interior. O pleito encerrou-se às 20h.

Resultado de imagem para macronSegurança – A candidata da Frente Nacional, Marine Le Pen, aproveitou a campanha para reforçar sua visão dura sobre segurança e migração. Segundo ela, o controle das fronteiras nacionais precisa ser restabelecido imediatamente.

Com sua plataforma nacionalista, anti-imigração, anti-globalização e anti-União Europeia, ela deve ir para o segundo turno. Se isso ocorrer, será o melhor desempenho da história do partido de extrema-direita.

O candidato de centro Emmanuel Macron é forte defensor da permanência da França no bloco europeu. Mais jovem na disputa, com 39 anos, ele teve uma ascensão meteórica na campanha presidencial, apesar de nunca ter concorrido a uma eleição.

Macron chegou a ser ministro da Economia do atual presidente, François Hollande, mas deixou o Partido Socialista. Agora, concorre de forma independente, com uma visão liberal da economia e progressiva em assuntos sociais.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação